GP do Brasil é dúvida para temporada 2017 da Fórmula 1

Foto: Studio Colombo/ Pirelli

Foi divulgado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), nesta quarta-feira, o calendário provisório para a temporada 2017 da Fórmula 1. No entanto, o Grande Prêmio de Interlagos aparece com um asterisco ao lado, indicando que está “sujeito a confirmação”

LEIA MAIS:
SEGUNDO JORNAL, APPLE SONDA POSSÍVEL COMPRA DA MCLAREN
F-1: LANCE STROLL DEVE SUBSTITUIR FELIPE MASSA NA WILLIAMS

Segundo o Globoesporte.com, o portal entrou em contato com a organização do GP Brasil para questionar sobre a não garantia do país como sede, sendo que há um contrato previsto de provas por aqui até 2020, e obtiveram a seguinte resposta:
A organização do GP do Brasil foi surpreendida, nesta quarta-feira, com a divulgação do calendário provisório do Mundial de F1 para 2017, em que a etapa brasileira aparece com sua participação condicionada à confirmação. Há um contrato em vigência até 2020 e que será cumprido rigorosamente como sempre ocorreu nestes 45 anos

Os GPs do Canadá e da Alemanha também aparecem com a mesma notificação.

Caso seja confirmada, a corrida no Brasil será a penúltima da temporada, a ser realizada em 12 de novembro. Não há uma data prevista para a confirmação oficial do calendário. Mais informações (em inglês) podem ser encontradas no site da FIA.

Veja o calendário provisório completo:

1 – 26 de março – Austrália
2 – 9 de abril – China
3 – 16 de abril – Bahrein
4 – 30 de abril – Rússia
5 – 14 de maio – Espanha
6 – 28 de maio – Mônaco
7 – 11 de junho – Canadá*
8 – 18 de junho – Azerbaijão
9 – 2 de julho – Áustria
10 – 9 de julho – Inglaterra
11 – 23 de julho – Hungria
12 – 30 de julho – Alemanha*
13 – 27 de agosto – Bélgica
14 – 3 de setembro – Itália
15 – 17 de setembro – Malásia
16 – 1 de outubro – Cingapura
17 – 8 de outubro – Japão
18 – 22 de outubro – EUA
19 – 5 de novembro – México
20 – 12 de novembro – Brasil*
21 – 26 de novembro – Abu Dhabi
* Sujeitos a confirmação



Paulistano, 20 anos. Estudante de Comunicação Social-Jornalismo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.