Sem revanche com McGregor, José Aldo dispara contra UFC

Crédito da foto: Reprodução/Instagram oficial do José Aldo Junior

José Aldo não pode dizer que está feliz com o anúncio da luta entre Conor McGregor e Eddie Alvarez, em novembro, pelo UFC 205. O manauara mostrou toda sua revolta com a direção do Ultimate em entrevista ao Combate, até com ‘pedido’ de rescisão de contrato’ da organização.

LEIA MAIS

CLAUDIA GADELHA VOLTA A LUTAR PELO UFC EM SÃO PAULO

O lutador brasileiro criticou a decisão do UFC de fazer McGregor lutar pelo título dos leves ao invés de defender o título dos penas contra ele, o desafiante número um da categoria. Para Aldo, é o ‘Notorious’ quem dá as cartas dentro da organização e isso faz com que haja descrédito com as declarações do chefão Dana White.

“Depois disso tudo, dá pra ver que não posso mais confiar em nenhuma palavra do Dana White. Quem está no comando do evento é o Conor. Como não estou aqui para ser empregado do McGregor, peço que cancelem meu contrato com o UFC”, disparou o ex-campeão dos penas.

“Quando me propuseram a luta contra o Frankie Edgar (no UFC 200), o Dana disse que o vencedor dela seria o desafiante do McGregor ou teria o título linear, porque se ele não voltasse para os penas após a revanche com o Nate Diaz, ele perderia o cinturão. Depois de tantas vezes sendo enganado, não me sinto mais motivado para lutar no UFC”, completou.

Nem mesmo a promessa do chefão do Ultimate de que o irlandês teria de abdicar de um dos cinturões caso vença Alvarez no UFC 205 convenceu José Aldo, que citou um episódio ocorrido no passado para expressar sua decepção com a não confirmação da revanche.

“Não está mais nas mãos dele (Dana) essa decisão e quem manda agora é o McGregor. A maior prova disso é que quando eu quis subir de categoria para enfrentar o (Anthony) Pettis (em 2014), o UFC disse que que tinha que abdicar do meu cinturão e lutar sem título nenhum. Já com o Conor, além de deixar ele lutar na categoria de cima sem perder o cinturão, ainda deixam ele fazer outras lutas como ele bem entende”, contou Aldo

“Quero que essa luta venda muito, mas tem um limite entre o que é esporte e o que é circo. Não quero nenhuma briga com o UFC, quero que eles sigam o caminho deles e eu o meu”, finalizou o amazonense.

(Crédito da foto: Reprodução/Instagram oficial do José Aldo Junior)



Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo pareciod.