Livro cita ameaça de Mourinho a Wenger: “Vou quebrar a cara dele”

Credito/Getty Images

Em livro escrito pelo jornalista Rob Beasley, há uma declaração do português para um de seus desafetos, Arsène Wenger

 

LEIA MAIS: JORNAL REVELA INTERESSE DE RYAN GIGGS EM TREINAR O SWANSEA CITY

 

Nesta sexta-feira o jornal “Daily Mail” divulgou um trecho do livro sobre o treinador português, escrito pelo jornalista Rob Beasley. De acordo com a publicação, Mourinho disse que pretendia agredir o técnico Arsène Wenger, do Arsenal.

– Algum dia vou encontrá-lo fora dos gramados e vou quebrar a cara dele – teria dito Mourinho, segundo o autor.

Ambos treinadores já tiveram desavenças na Premier League, desde quando Mourinho dirigia o Chelsea, em 2014.

Perguntado em entrevista sobre a declaração do português, Wenger minimizou: – Não li o livro e certamente não estou pensando em ler. Não posso comentar. Só quero falar de futebol, é o que faço. Sou uma pessoa construtiva e não destrutiva. Apenas estou focado no jogo deste sábado (contra o Chelsea) e na forma como quero ver a minha equipe jogando.

O francês ainda disse não ter nenhum problema com o treinador do Manchester, que respeita todos no futebol, e algumas declarações partem de sua personalidade.

O próximo encontro dos dois será no dia 19 de novembro, quando se enfrentarão pela 12° rodada do Campeonato Inglês, no Old Trafford.

 



Estudante de jornalismo. Apaixonado por esportes e pela vida.