Mano mira em recuperação do Cruzeiro para “matar fantasmas” com vitórias

Mano
Foto: Pedro Vilela/Lightpress/Cruzeiro

 O Cruzeiro perdeu para o Flamengo de virada e está de volta a zona de rebaixamento do Brasileirão. O técnico Mano Menezes projeta um time em recuperação para os próximos jogos pela Copa do Brasil e Brasileiro. Mano fala em vencer logo, a situação não é boa. O clube ocupa a 17ª colocação do Torneio com 30 pontos.

Leia mais:

OPINIÃO- FALTOU TRANQUILIDADE AO CRUZEIRO PARA CONVERTER SUAS CHANCES NA PARTIDA E ISSO LHE CUSTOU VOLTA AO Z4
TIMAÇO! RONALDINHO GAÚCHO POSA COM VENCEDORES DA BOLA DE OURO NA CHINA; VEJA

 

“Vencer seria bom, porque mata alguns fantasmas que começam a aparecer, retoma a confiança necessária para os jogadores. Isso só a vitória dá. A gente, quando vence, recupera essa condição de novo, avança um pouco em determinadas afirmações que temos que ter como equipe. Penso que pequenos detalhes estão nos afastando dessa condição no momento”, disse o treinador do Cruzeiro.

Mano reclama do calendário brasileiro mas afirma que só trabalho não basta para as vitórias aparecerem. O treinador do Cruzeiro reitera que exaustão pode ser um problema.

“É trabalho e conversa. Tem horas que não podemos treinar muito porque são jogos muito próximos, como é o momento que estamos atravessando. O treinador tem que se policiar muito nesse momento, porque há uma vontade muito grande de treinar, estender a duração do trabalho, mas isso pode trazer mais prejuízo do que melhora”, completou.

Para Mano, O Cruzeiro tem de fazer um estilo de jogo contra o Corinthians pensando nos 180 minutos e para o Brasileirão o técnico mostra confiança no grupo celeste. O comandante da raposa mira recuperação para ter tranquilidade no trabalho.

“Não vai passar quem jogar só 90. É preciso saber jogar os 180. Vamos agir com calma e razão. Mas nada melhor para acalmar este momento do que um bom jogo e um bom resultado em São Paulo. Somos um grupo, somos um time. Estou aqui para dizer ao torcedor que vamos recuperar esta condição que deixamos escapar no Brasileiro. Temos o jogo da Copa do Brasil pela frente, depois voltaremos a pensar no jogo do Grêmio, no fim de semana, no qual prioritariamente deveremos estar muito fortes”, finalizou o treinador do Cruzeiro.

 

 

 



Sou apaixonado por esportes e política. Escrever é minha paixão. A vida é muito intensa para ser editada em palavras!