Milton Cruz e Silas comentam o atual momento do São Paulo

Créditos: Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Milton Cruz e Silas não temem o rebaixamento do São Paulo FC no Brasileirão. Ambos ressaltam a importância da volta de Marco Aurélio Cunha ao clube. Confira o que eles disseram.

Leia Mais:
Emprestado, Kelvin quer continuar no São Paulo: ”Me sinto em casa”

Em entrevista concedida ao UOL (Blog do Praetzel), Milton Cruz e Silas falaram do momento que o São Paulo vive. ( as falas, entre aspas, foram concedidas ao UOL).

”Acho que o São Paulo não cai. Tem time para não ser rebaixado”, afirmou Milton Cruz.

Milton Cruz disse que a chegada de Marco Aurélio Cunha é importante, mas gostaria de vê-lo no tricolor por mais tempo. “Gostaria de vê-lo mais tempo na direção. Um executivo é fundamental no dia-a-dia do clube. No vestiário, não”- Afirmou Milton Cruz. Lembrando que Marco Aurélio ficará no São Paulo até o fim do ano.

Milton Cruz foi jogador do São Paulo de 1977 à 1979. Além disso, ele foi o treinador interino da equipe de 1999 até 2016. Milton treinou o tricolor em 43 jogos, tendo obtido um aproveitamento de 58,91% nessa sua passagem pelo seu clube do coração.

A maioria dos torcedores do São Paulo aprovam a volta de Marco Aurélio Cunha ao time. Dessa vez, como diretor executivo. Muitos acreditam que a presença de Marco Aurélio na diretoria é muito importante para  que o São Paulo suba cada vez mais na tabela, livrando-se de vez do risco de rebaixamento.

O ex-meia Silas concorda com Milton Cruz. ”Eu acho que não cai. São Paulo é time grande, sabe conviver com pressão. Teria que estar brigando na outra ponta da tabela, mas isso ficou difícil. Tudo vai depender de dentro de campo. Agora, o São Paulo precisa resgatar aquela imagem de clube modelo até 2010, que as coisas virão até de forma natural”, ressaltou.

”Em se tratando do Marco, que tem uma vida toda dedicada ao clube, foi uma tacada certeira trazê-lo de volta. Ele já era o médico do São Paulo, em 1982, quando cheguei. Tem muita história e saiu da CBF para voltar para sua casa. É hora de dar a mão para ele”, resumiu Silas, amigo de Marco Aurélio Cunha.

Silas jogou no São Paulo FC de 1984 à 1988 e de 1997 à 1998. O ex-meia tricolor conquistou o Campeonato paulista duas vezes: em 1985 e 1987. Além disso, Silas conquistou um Brasileirão, em 1986, pelo São Paulo FC.

Opinião: É visível que o São Paulo apresentou um bom futebol na vitória por 3×1 sobre o Figueirense, no último Domingo. A equipe do tricolor paulista tem condições de se livrar dessa situação o mais rápido possível, visto que a meta de pontos a serem conquistados, segundo os Campeonatos brasileiros anteriores, para que uma equipe fique livre do rebaixamento, é entre 42 e 45 pontos. O São Paulo possui 31 pontos, ou seja, se o tricolor vencer quatro partidas (faltam 14 jogos para o término do campeonato), a equipe, muito provavelmente, se livrará do rebaixamento. Devido a essa situação e ao elenco que o São Paulo possui, as chances do tricolor paulista ser rebaixado são baixas.