Modesto Roma relembra pênalti não marcado para o Flamengo e revela conversa com Bandeira

Nesta sexta-feira (9), após a derrota do Santos de virada por 2 a 1, contra o Internacional, no Beira Rio. O presidente do Santos, Modesto Roma Jr, concedeu uma entrevista em que disparou contra o arbitro da última partida, e falou sobre um possível ‘favorecimento’ do Peixe contra o Flamengo.

Após perder três jogadores para o clássico contra o Corinthians (Victor Ferraz, Lucas Lima e Ricardo Oliveira), o mandatário alvinegro disparou contra a arbitragem e contra o chefe de arbitragem da CBF, Sergio Correa.

“É vergonhoso. Estou indignado pelo Santos. Isso mancha o futebol brasileiro. Queria que essa mácula fosse pra conta do Del Nero. E para o péssimo diretor de árbitros! Se quiser me processar, que processe”, disparou Roma.

Apesar do alvinegro ter sido prejudicado, o presidente do Santos, deu a entender que o Peixe foi ‘favorecido’ contra o Flamengo, em que um pênalti para a equipe carioca não foi marcado, mas que a decisão do árbitro é soberana e não pode ser alterada.

“Presidente do Santos reclama por que perdeu? Não. Perdi pro América, Figueirense, cumpri meu papel de Hobin Hood sem reclamar. Eu e o Bandeira (presidente do Flamengo) nos encontramos na CBF. Disse para ele na frente de todos que não foi pênalti porque árbitro não quis. É natural e constitucional que ninguém produza provas contra si mesmo, mas dizer que a arbitragem foi boa ontem é falsidade”, disse o mandatário santista.

Durante a partida entre Internacional e Santos, 25 faltas foram marcadas, sendo 18 para o colorado, que recebeu quatro amarelos e o Peixe que cometeu sete faltas e recebeu cinco amarelos e um vermelho.

 

Foto: Ricardo Saibun/Santos FC



Nagila Luz (22) é jornalista formada pela UNITAU.