“Não conseguimos nos impor no jogo”, afirma Canindé após empate do CSA

Canindé conhece bem elenco azulino e mira títulos em 2017 (Foto: Alisson Frazão / Ascom CSA)

Após o empate em 0 a 0 entre CSA e Volta Redonda, no Estádio Rei Pelé, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Brasileiro da Série D, o técnico Oliveira Canindé lamentou o empate em casa, mas afirma que o empate em 0 a 0 foi um bom resultado dentre as circunstâncias do campeonato.

“Infelizmente não conseguimos nos impor no jogo. Sabíamos das dificuldades que seria. O Volta Redonda é uma equipe muito técnica, que marca forte e também sabe jogar. Infelizmente não concluímos nossas chances e a bola não entrou. Mas sabemos que o empate, dentro do que foi a partida, foi bom, pois se fizermos um gol lá, temos boas chances de sermos campeões” disse o treinador.

Canindé afirma que o sentimento para a próxima partida deve ser semelhante a de uma Libertadores e que o time deve entrar mais concentrado em campo para o duelo decisivo no próximo sábado (1), às 21 horas, no Estádio Raulino de Oliveira, na cidade de Volta Redonda.

“Eu tenho encarado essa Série D como uma Libertadores. E é assim que todos devem olhar para esta final. Sabemos que podemos fazer um bom jogo lá. O nosso time teve mais volume de jogo aqui, mas não conseguimos concretizar isso em gols. No próximo confronto teremos que entrar mais ligados para aproveitarmos as chances” pontuou Canindé.

O treinador azulino lamentou a contusão de Rayro, que saiu lesionado no segundo tempo.

“Infelizmente nós perdemos o Rayro durante o jogo, mas o Rafinha entrou e é um jogador experiente e de boa qualidade. Sem dúvidas nos ajudou e irá nos ajudar sempre que estiver em campo.

Canindé garante que o CSA irá buscar o título da Série D com muita seriedade e sabendo que nada está definido.

“Temos que fazer o nosso melhor no próximo jogo e buscar um resultado positivo para conquistarmos esse título. A equipe está de parabéns pela entrega de hoje e sei que vamos procurar fazer o nosso melhor para dar essa alegria a nossa torcida” completou o comandante azulino.



Corinthiano, alagoano e jornalista esportivo. Amante da Premier League, Brasileirão e NFL.