NBA: Cavs oferece anel de campeão a Varejão, mas pivô não sabe se aceitará

NBA: Cavs oferece anel de campeão a Varejão, mas pivô não sabe se aceitará
Reprodução/Facebook

Anderson Varejão fez história na última final da NBA. O brasileiro se tornou o primeiro jogador na história a atuar pelas duas equipes que decidiram o título da liga. Mesmo defendendo o Golden State Warriors na final, o pivô teria direito ao anel de campeão caso o Cavs se tornasse campeão. Hoje, Varejão não sabe se aceitará.

LEIA MAIS:
EX-JOGADOR DA NFL, TIM TEBOW ASSINA COM METS NO BEISEBOL

O gigante cabeludo brasileiro parece estar recuperado fisicamente e emocionalmente. Derrotado na final da NBA para seu ex-clube e fora da Olimpíada Rio 2016 por lesão nas costas, Anderson Varejão está de volta para sua 14ª temporada na liga. E antes mesmo dela começar, o veterano de 34 anos vive um dilema.

Por direito, todos os jogadores membros da equipe campeã da NBA recebem da liga um anel em comemoração à conquista. Por se tratar de um caso inédito, Cleveland Cavaliers se prontificou e ofereceu o anel a Varejão. O brasileiro, por sua vez, ainda não sabe se aceitará.

Em entrevista à ESPN americana, o brasileiro disse que ainda não decidiu se ficará com o anel mesmo tendo jogado 13 anos em Cleveland. Varejão era um dos queridinhos da torcida dos Cavs.

De volta aos treinamentos, Varejão se disse ansioso para a próxima temporada. “Minhas costas estão bem melhores, estou me sentindo muito bem, estou fazendo um trabalho em quadra, academia, essa semana vai ser importante pra saber onde estou com as minhas costas. Mas estou me sentindo muito bem’.

O Golden State Warriors, vice-campeão na temporada passada e dono da melhor campanha da história se reforçou para a temporada 2016/2017, trazendo nomes de peso como Kevin Durant, Zaza Pachulia e David West.

VEJA TAMBÉM:
BASQUETE: EM JOGO APERTADO, VASCO VENCE O FLAMENGO NA VOLTA DO CLÁSSICO
DUDA AMORIM FALA SOBRE RIO-2016 E CICLO RUMO A TÓQUIO: “MEDALHA OLÍMPICA CONTINUA SENDO UM SONHO”



Jornalista formado pela USCS, apaixonado por esportes, cultura e comunicação. Ex-atleta em atividade, pensa que sabe algo sobre futebol, handebol e esportes americanos.