Opinião: Cyborg dá show em noite dominada por brasileiros no UFC Brasília

UFC em Brasília com vitória de Cris Cyborg
Brasileiros dominaram as ações do UFC em Brasília

O UFC Fight Night Brasília terminou com saldo positivo para os lutadores brasileiros. Foram 11 vitórias em 13 combates, incluindo a luta principal, vencida por Cris Cyborg contra Lina Lansberg. Contando apenas lutas entre nacionalidades diferentes, o Brasil venceu oito e perdeu duas.

Godofredo Pepey, Vicente Luque, Francisco Massaranduba e Cris Cyborg protagonizaram as melhores apresentações da noite, que fizeram valer o ingresso do fã de MMA – de R$ 75 a R$ 3 mil – em Brasília.

No card preliminar, Luque representou sua cidade e aplicou o primeiro nocaute da noite sobre Hector Urbina ainda no primeiro round. “Eu luto em qualquer lugar, contra qualquer um”, avisa o confiante Luque. Sem convencer como Luque, Alan Nuguette, Erick Silva, Jussier Formiga e Rani Yahya também venceram suas lutas.

O Brasil voltou a demonstrar bom desempenho no octógono com Godofredo Pepey, que venceu Mike De La Torre por finalização. Boa apresentação também apresentou Cris Cyborg, que massacrou Lina Lansberg.


Resultados do UFC Fight Night Brasília:

Cris Cyborg vennceu Lina Lansberg por nocaute
Renan Barão venceu Phillipe Nover por decisão unânime
Roy Nelson venceu Antônio Pezão por nocaute aos 4m10s do R2
Francisco Massaranduba venceu Paul Felder por TKO (interrupção médica) aos 2m25s do terceiro round.
Eric Spicely venceu Thiago Marreta porfinalização aos 2m58s do primeiro round
Godofredo Pepey venceu Mike de La Torre por finalização aos 3m03s do primeiro round
Michel Trator venceu Gilbert Durinho por decisão unânime
Rani Yahya venceu Michinori Tanaka por decisão unânime
Jussier Formiga venceu Dustin Ortiz por decisão unânime
Erick Silva venceu Luan Chagas por finalização aos 3m57s do R3
Alan Nuguette venceu Stevie Ray por decisão unânime
Vicente Luque venceu Hector Urbina por nocaute a 1m00s do R1
Gregor Gillespie venceu Glaico França por decisão unânime



Jornalista graduado pelo UniCEUB, em 2010. Trabalha com esportes desde 2010 e atualmente sub-editor do caderno Torcida, do Jornal de Brasília. Passou também pela redação do Jornal Metro. Cobriu jogos do Brasileiro (Séries A a D), Copa do Mundo-2014 e Campeonato Candango, além de eventos como o Novo Basquete Brasil e a Liga Futsal.