Opinião: Veja as notas de Corinthians 0x1 Fluminense

Reprodução Twitter oficial do Fluminense

Mesmo prejudicado com mais um pênalti não marcado pela arbitragem, Fluminense vence o Corinthians, sobe na tabela e fica próximo do G4.

Júlio César nota 5.  Saiu mal do gol em um cruzamento no primeiro tempo. No segundo tempo fez uma boa defesa no chute de Fagner. Pouco exigido em defesas simples no jogo.

Igor Julião nota 6. Bem postado na defesa. Ofensivamente não teve ajuda.

Gum nota 5. Quase fez um gol contra, apesar disso não comprometeu.

Henrique nota 6. Bem na cobertura quando foi necessário. Forte na marcação.

William Matheus nota 5. Foi muito exigido na defesa. Uma atuação correta.

Pierre nota 7. Deu o poder de marcação que faltava ao Fluminense. Falta desnecessária aos 30 minutos do segundo tempo.

Douglas nota 5. Aparece bem quando vai a frente. Defensivamente não comprometeu.

Cícero nota 8,5. Menos responsabilidade de marcar com Pierre em campo. Saída de bola com categoria é sua marca registrada. Mais um gol decisivo na conta.

Gustavo Scarpa nota 7,5. Melhor jogador do Fluminense tecnicamente. Volta pra marcar, arma o jogo, finaliza.

Wellington nota 5. Não conseguiu ser objetivo mais uma vez. Erra demais no último passe. Precisa jogar para o time.

Marcos Júnior nota 6. Duas chances cara a cara com o goleiro do Corinthians e perdeu. Jogador dinâmico e tático.

Marquinho nota 2. Entrou no jogo cansado. Deve ter algum problema físico. Em pouco tempo que esteve em campo, não deu sequência em uma jogada.

Richarlison nota 5. Puxou ótimo contra ataque no fim do jogo. Deveria ter entrado antes.

Magno Alves nota 6. Teve uma chance e não aproveitou. Assistência fundamental no gol de Cícero.

Levir Culpi nota 8. Encontrou a formação ideal do Fluminense. O sistema com três volantes (Pierre, Douglas e Cícero)  montado pelo treinador protegeu a zaga, deu liberdade para Gustavo Scarpa, Marcos Júnior e Wellington jogassem em velocidade. As entradas de Richarlison e Magno Alves funcionaram.