Por Beira-Rio cheio, Inter abre os portões e não cobra ingressos dos sócios

Inter
Reprodução / Site oficial do Internacional

O Inter já elegeu quem poderá ser o grande salvador contra o rebaixamento: a sua própria torcida. Para tê-la em peso no jogo do próximo sábado, às 21h, contra o Figueirense, no Beira-Rio, a diretoria abrirá os portões para os sócios e não cobrará ingressos. A ideia é bater a marca de 40 mil pessoas e criar uma atmosfera positiva aos jogadores para que o clube possa sair da atual situação.

Com 27 pontos e no 18° lugar da tabela, o Inter mergulhou de cabeça no Z4 após quatro derrotas seguidas no Brasileirão. Os dirigentes entendem como de fundamental importância as duas próximas rodadas, até por se tratarem de dois rivais diretos contra a degola: no sábado, o Figueirense e na quinta-feira, o Coritiba – ambos no Beira-Rio.

A promoção é destinada aos Sócios “Campeões do Mundo”, que, habitualmente, precisam pagar 50% do valor do ingresso para entrarem no estádio. Nesta modalidade, o Inter tem cerca de 70 mil associados, que estarão aptos a irem ao jogo contra o Figueirense com a simples realização do “Check-In” no site do clube.

Anteriormente, o Inter já havia feito uma promoção cobrando apenas R$ 10,00 dos sócios dessa modalidade para as partidas contra Figueirense e Coritiba. O sistema de vendas online foi retirado do ar nesta terça-feira e voltará normalmente durante a quarta.

Tamanha mobilização para o jogo do próximo sábado se explica pela tabela do campeonato. O Figueirense, com 31 pontos, é o primeiro time fora da zona do rebaixamento. Qualquer outro resultado fora a vitória nessa partida deixará o Inter em uma situação ainda mais complicada. Antes disso, nesta quarta, pela Copa do Brasil, o colorado visita o Santos, na partida de ida das quartas do torneio.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.