Prass passará por exame que pode acelerar volta ao gol do Palmeiras

Prass
César Greco / Ag. Palmeiras

A esperança de o torcedor do Palmeiras ver Fernando Prass de volta ao gol ainda em 2016 cresce a cada dia. Sempre na Academia de Futebol ao lado dos companheiros nessa reta final de Campeonato Brasileiro, o arqueiro vai tendo uma recuperação do cotovelo direito, operado em agosto, bem adiantada e pode começar em breve trabalhos de transição com bola, de acordo com reportagem do GloboEsporte.com.

LEIA TAMBÉM:
Globo prefere passar Corinthians na Copa do Brasil e deixa Palmeiras fora da TV aberta

Você sabia? Paulo Nobre é o responsável por famosa expressão palmeirense
Moisés revela que se espelha em Iniesta para jogar no Palmeiras

Prass tem marcado um exame para daqui a duas semanas que pode dar o aval que o goleiro precisa para iniciar a nova etapa de sua recuperação. Caso seja liberado pelo departamento médico do Palmeiras após o exame, ele passará a fazer os trabalhos na sala de musculação e no campo, embora com algumas restrições.

COMO ASSIM?

O goleiro do Palmeiras faria os exercícios, mas sem submeter o cotovelo a qualquer tipo de choque. Prass não faria exercícios de queda em campo, assim como os demais fazem no dia a dia com o preparador de goleiros, Oscar Rodrigues.

Dessa forma, com uma recuperação acelerada, mas de maneira responsável, Prass pode ser liberado para voltar ainda nesta temporada. Vale lembrar que o último jogo do Verdão no Brasileirão será no dia 4 de dezembro, contra o Vitória, em Salvador. O Palmeiras é o líder do campeonato com 54 pontos, um a mais que o Flamengo.

Se for à decisão da Copa do Brasil, o time de Cuca jogará a partida decisiva no dia 30 de novembro. O Palmeiras começa a série de quartas de final contra o Grêmio nesta semana com o primeiro jogo em Porto Alegre, na quarta-feira.

Prass fraturou o cotovelo direito, o mesmo operado em 2014, no último amistoso da seleção brasileira antes dos Jogos Olímpicos Rio 2016, o que o tirou do torneio. Dias depois, passou por cirurgia em São Paulo, com prazo de recuperação previsto para quatro meses.

Em seu lugar, Cuca testou Vagner primeiro, mas com várias falhas acabou substituído por Jailson, que vem sendo um dos principais destaques da campanha do Verdão no Brasileiro.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.