Racismo no futebol: torcedor do Rostov arremessa banana durante jogo da Champions

Foto: Reprodução/TV

Na última quarta-feira, ocorreu mais um episódio lamentável de racismo no futebol. Rostov-RUS e PSV-HOL se enfrentavam pela segunda rodada da Liga dos Campeões da Europa. Aos 23 minutos do primeiro tempo, uma banana foi arremessada por um torcedor do time da casa. No momento, havia três jogadores negros no gramado: Nicolas Isimat-Mirin, Jetro Willems e Luciano Narsingh.

LEIA MAIS:
VÍDEO: Neymar e Messi são ZOADOS em paródia de TV na Espanha
Comentarista da ESPN vê impedimento em lance que originou gol do Grêmio contra o Palmeiras 

O curioso é que o estádio de Rostov, que será uma das sedes da Copa do Mundo de 2018, estava parcialmente fechado por conta de um episódio de racismo na partida entre o clube anfitrião contra o Ajax, ainda na fase preliminar da Liga dos Campeões.

Segundo informações de sites europeus, o responsável não foi identificado e ainda não se sabe se a Uefa sancionará o Rostov.

“Espero que o incidente em Rostov seja um caso isolado e que não se repita no futuro”, disse Alexei Sorokin, membro do Comitê Organizador da Copa do Mundo 2018, em entrevista à Agência Tass. “Com a federação russa, estamos à espera deste tipo de coisas, mas é impossível controlar cada pessoa do estádio”, completou.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)