Renato evita projetar Copa do Brasil, mas elogia Palmeiras: “Muito forte”

Inter
Foto: Rodrigo Rodrigues/Grêmio FBPA

Somente a partir da próxima segunda-feira o Grêmio vai se dedicar ao Palmeiras, rival nas quartas da Copa do Brasil. Quem garante é Renato Gaúcho, que reestreou no comando do clube na última quarta, na vitória nos pênaltis sobre o Atlético-PR. O treinador quer foco exclusivo no Brasileirão, competição na qual a equipe não vence há sete rodadas. No domingo, recebe a Chapecoense na Arena.

LEIA MAIS:

Depois de Douglas Costa, Brasil pode perder mais dois titulares por lesão

Na briga contra o Z4, Inter pode ter o Palmeiras como grande aliado; entenda

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, pouco depois do sorteio da Copa do Brasil, Renato fez rápidos elogios ao Palmeiras, mas direcionou o seu discurso ao Brasileirão. O Grêmio fará o primeiro jogo contra o alviverde em casa, no dia 28, próxima quarta-feira.

“É um adversário muito forte, um dos candidatos ao título do Campeonato Brasileiro, mas nós temos a Chapecoense, que é nosso próximo jogo. Então eu começo a pensar no Palmeiras na próxima segunda-feira. Até então temos um adversário muito difícil, que inclusive está na nossa frente na tabela, e precisamos vencer”, projetou Renato.

Pelo que indicou o treinador, o Grêmio irá manter a força máxima nas duas competições e não poupará jogadores. Na entrevista de anúncio de Renato Gaúcho como novo técnico, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr admitiu que a Copa do Brasil havia se tornado prioridade tendo em vista o mau momento no Brasileirão e a distância do G4.

“A princípio, o Grêmio sempre vai com o que tiver de melhor nas duas competições. A equipe tem chance de buscar pelo menos um G4 e também vencer a Copa do Brasil”, ampliou o treinador.

Na Copa do Brasil, o Grêmio fará um tira-teima contra o Palmeiras. Na história do torneio, as duas equipes já se enfrentaram quatro vezes, com duas classificações para cada lado. Na última ocasião deu Palmeiras, que levou o título de 2012 depois de passar pelo Grêmio na semi e pelo Coritiba na final.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.