Renato Gaúcho define nova função tática para o atacante Luan

Luan
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Com Renato Gaúcho, a expressão “falso 9” não vai entrar na Arena. De acordo com a sua filosofia de jogo, o Grêmio terá sempre um “9” de ofício, que não será Luan. No novo time desenhado pelo treinador, o camisa 7 deixa de ser a referência e vai atuar sempre ao lado de um jogador de área. No momento, Henrique Almeida tem sido o escolhido para exercer esse papel.

LEIA MAIS:

Depois de Douglas Costa, Brasil pode perder mais dois titulares por lesão

Na briga contra o Z4, Inter pode ter o Palmeiras como grande aliado; entenda

Com Roger Machado, Luan jogou “por dentro” em várias ocasiões. Era comum o ex-técnico utilizá-lo como referência da equipe tendo ao lado jogadores de velocidade como Everton e Pedro Rocha. Para Renato Gaúcho, não é nessa condição que Luan pode apresentar o seu melhor futebol, como foi visto durante as Olimpíadas, por exemplo.

“Ele até pode ter rendido mais por dentro, mas um jogador como o Luan tem características de se movimentar, se mexer. Abrir espaço. E por dentro, não tendo característica de jogar de costas, o rendimento não vai ser tão bom. Ele não tem característica para jogar ali”, comentou Renato.

Em suas duas passagens como treinador do Grêmio, Renato Gaúcho não abriu mão de um jogador de área. Em 2010, tinha André Lima fincado como parceiro de Jonas. Em 2013, o argentino Barcos foi o homem de área durante todo o Brasileirão. Renato indica que vai manter essa estrutura na sua terceira passagem pelo clube.

“Um jogador meu sempre tem que dar trabalho para os zagueiros. E só com gente dos lados, os zagueiros jogam tranquilos. Eu gosto de jogador fixo até para prender os adversários”, explicou.

O desenho que já foi imposto no jogo contra o Atlético-PR, quarta-feira passada, pela Copa do Brasil, será repetido nesse domingo. Luan novamente jogará mais afastado do gol contra a Chapecoense, às 16h, tendo Henrique Almeida novamente como o parceiro de área. O Grêmio é o 11° colocado no Brasileirão e não vence há sete rodadas.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.