Saiba como é definido o grid de largada no Brasileiro de Turismo

Foto: Duda Bairros

Um dos momentos mais importantes de um final de semana de corrida em qualquer campeonato do automobilismo mundial é o momento da definição do grid de largada. Não importa se a competição acontece em kartódromos, autódromos de terra ou de asfalto: largar na frente é quase sempre vital para se conseguir uma corrida tranquila – ou menos tensa. E no Campeonato Brasileiro de Turismo isso funciona da mesma forma.

LEIA MAIS:
SAIBA COMO FUNCIONA UMA ETAPA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

Diversas categorias no mundo adotaram fórmulas de definição de grid semelhantes a utilizada pela Fórmula 1, onde pilotos são eliminados por segmentos, e o mais rápido na fase final garante a pole position. No Brasileiro de Turismo, porém, a fórmula de disputa é bem mais simples. Os pilotos vão para a pista e têm 20 minutos para registrar voltas. O mais rápido deles garante a primeira posição no grid de largada.

Apesar de extremamente simples, é necessário lembrar que o Campeonato Brasileiro de Turismo possui duas corridas por etapa, exceção feita a última etapa, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), com apenas uma prova. Para a segunda bateria da rodada dupla, o grid leva em conta o resultado do páreo do dia anterior, invertendo-se as posições dos seis primeiros colocados.

O grid invertido na segunda corrida do dia possui como principal objetivo ampliar as disputas na pista, uma vez que, na teoria, um piloto com um carro mais rápido terá que conseguir ultrapassagens para conseguir a vitória e o máximo de pontos possíveis para a sequência do campeonato. Esta fórmula também é adotada na Stock Car, que inverte não os seis primeiros da primeira corrida, mas sim os dez melhores.

O Campeonato Brasileiro de Turismo terá sua próxima etapa entre os dias 14 e 16 de outubro no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR).

Foto: Duda Bairros



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.