OPINIÃO: São Paulo, um time sem criatividade

Crédito da Foto: Reprodução/Facebook São Paulo Futebol Clube

O torcedor do São Paulo vai tendo cada vez mais motivos para ficar bastante preocupado com o time. As recentes atuações tem sido fracas, o que culminou na eliminação ainda nas oitavas de final da Copa do Brasil, diante do Juventude, na Série C do Campeonato Brasileiro. O que se vê em campo é uma equipe sem criatividade e sem ter oportunidades claras de gol.

LEIA MAIS:
CAIO RIBEIRO DESABAFA APÓS ELIMINAÇÃO DO SÃO PAULO

A saída de Paulo Henrique Ganso é a principal causa dessa falta de criatividade do meio campo do time do São Paulo. Sem o camisa 10, que foi negociado com o Sevilla, da Espanha, na última janela de transferências, a agremiação do Morumbi perdeu o principal articulador de jogadas. Com isso, a bola não chega ao setor ofensivo com qualidade, tendo o uso abusivo de jogadas aéreas, além de esquemas com três volantes, os quais a torcida critica bastante.

O fato de abusar das jogadas de bola aérea, leva a consequência vista no confronto diante do Juventude na Copa do Brasil, na última quinta-feira (22), quando o zagueiro Rodrigo Caio terminou como o jogador mais perigoso e que teve as melhores oportunidades. Assim, os atacantes do São Paulo, principalmente Chávez, não conseguem ter chances claras de balançar as redes, uma vez que estão presos à marcação, e o setor do meio campo não tem movimentação o suficiente para criação de jogadas.

Grande parcela de culpa é da diretoria, que não conseguiu reforçar o elenco com um jogador para substituir Ganso, já que era sabido desde março que o meio campista não pretendia renovar. Sem atletas, acaba havendo uma sobrecarga sobre o peruano Cueva, que é bom jogador, mas cai de rendimento na segunda metade das partidas. Além disso, o jovem Lucas Fernandes, o qual poderia fazer essa função, está machucado, Daniel nunca rende o esperado, e Michel Bastos está claramente desconfortável no São Paulo.

Resta apenas o Campeonato Brasileiro, no qual o clube do Morumbi está com 34 pontos, na parte intermediária da tabela, e é extremamente importante o São Paulo se manter concentrado para atingir uma pontuação que tire quaisquer chances de rebaixamento.