Segundo site, técnico da Venezuela é acusado de agressão

Reprodução/Twitter oficial Rafael Dudamel

O técnico da seleção da Venezuela, Rafael Dudamel, se envolveu em uma confusão no Uruguai. Segundo o site Subrayado, o treinador teria agredido um funcionário da Federação Venezuelana de Futebol (FVF) durante uma discussão em um hotel na capital uruguaia, Montevidéu.

LEIA MAIS

GRÊMIO X PALMEIRAS: PVC CRAVA SEMIFINALISTA DA COPA DO BRASIL

TITE DIZ QUE MESSI, JÁ É MAIOR QUE MARADONA

BORUSSIA DORTMUND VENCE E DORME NA LIDERANÇA DA BUNDESLIGA

De acordo com a página, Dudamel teria iniciado uma discussão com o colombiano Jairo Alberto Arciniegas, um dos encarregados da logística das viagens da Seleção Venezuelana, que enfrentará o Uruguai, em partida válida pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo, no próximo dia 6 de outubro. A discussão seria motivada por termos financeiros.

Na briga, também teria se envolvido o diretor financeiro da FVF, Jesús Berardinelli. Segundo o treinador, a agressão teria sido uma resposta a um problema envolvendo o dirigente e Arciniegas.

“Lamentavelmente, uma pessoa que quis se aproveitar de seu apoio a Seleção Nacional em sua última viagem a Barranquilla (na Colômbia). agrediu a Berardinelli de surpresa. Quando ele tentou me atacar, eu apenas me defendi”, declarou o ex-goleiro em nota ao site oficial da Federação Venezuelana.

“Lamento muito que esta pessoa tente manchar nossos nomes e o da Seleção com estes incidentes”, completou o treinador.

A imprensa uruguaia informou que o técnico da Venezuela chegou a ser detido, mas acabou liberado e já de volta a seu país. O time ‘vinotinto’ é o lanterna das Eliminatórias, com apenas dois pontos ganhos em oito partidas.

(Crédito da foto: Reprodução/Twitter oficial Rafael Dudamel)