Tinga, ex-Inter e Cruzeiro, conta como foi a sua reação quando recebeu oferta do “Barcelona”

Foto: Reprodução/ESPN

Tinga, ex-volante de Internacional e Cruzeiro, foi um dos convidados do programa “Resenha”, da ESPN, no último domingo, e relembrou momentos marcantes da carreira. O técnico Marcelo Oliveira, com quem trabalhou nos tempos de Cruzeiro, mandou recado e pediu para que o ex-jogador contasse o caso de quando recebeu oferta para jogar no Barcelona….de Guayaquil.

LEIA MAIS:
Tinga diz que Inter seria campeão se pênalti tivesse sido marcado em 2005

“Era o Barcelona de Guayaquil. Quase que o Iniesta caiu (risos). O empresário: (veio com a poposta) “Barcelona e eu voando’. Quando cheguei em casa falei: ‘mãe vou para o Barcelona’. Quando vi era Guayaquil”, disse gerando gargalhadas nos integrantes do programa. A negociação com o time equatoriano não acabou acontecendo.

Tinga destacou a relação respeitosa com Marcelo Oliveira nos tempos de Cruzeiro, o seu último clube da carreira. Nos últimos momentos como jogador profissional, o meio-campista foi alertado pelo hoje técnico do Atlético-MG que não conseguiria mais ser titular, mas mesmo assim não perdeu a motivação.

“Tive a oportunidade de trabalhar com vários treinadores e muitas vezes discuti com o Marcelo sempre em prol do grupo e. Eu não era titular no time dele e mesmo assim houve o respeito dele comigo. Eu era o mais velho do clube, com o currículo maior, até que um dia ele chegou e disse que não ia conseguir ser titular, mas que precisaria de mim. Entendi esse momento, já estava com 36 anos, mas falei para o Marcelo que eu iria me preparar porque sabia que iria jogar quando as coisas apertarem”, completou.

Tinga atuou pelo Cruzeiro entre 2012 e 2015 e fez parte das conquistas do Campeonato Mineiro (2014) e Bicampeonato Brasileiro (2013 e 2014).



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)