5 lições que o Santa Cruz tirou do jogo contra o Flamengo

Foto/Divulgação: Facebook Oficial Santa Cruz

A derrota por 3 a 0 para o Flamengo no Pacaembu confirmou a má fase do time pernambucano, principalmente fora de casa. Na cabeça do torcedor, o rebaixamento já é realidade, já que o Santa tem 23 pontos, onze a menos que o rival Sport que está em 16° com 34 pontos.

 LEIA MAIS: SANTA CRUZ VÊ A SÉRIE B CADA DIA MAIS PERTO 

Por isso, o Torcedores.com separou cinco lições que o Santa Cruz deve tirar depois da partida diante do Flamengo, para as partidas conta o Corinthians na próxima quarta feira (12) às 21:45 (de Brasília).

 1 – Organizar a defesa: Contra o forte meio e ataque do Flamengo, o Santa Cruz sofreu com as investidas dos laterais Pará e Chiquinho, além das infiltrações de William Arão. Em uma oportunidade dessas que Marcelo Cirino fez o terceiro tento do Rubro-Negro carioca.

2 – Wellington Silva e Luan Peres na zaga: Por Danny Morais e Neris suspensos pelo cartão amarelo, quem assumiu a responsabilidade foi Wellington Silva e Luan Peres. Wellington bobeou em alguns lances, inseguro na partida deu alguns passes errados. Por outro lado Luan Peres, que veio da Portuguesa, se destacou na partida, ao ser um dos destaques da equipe, em roubadas de bola e desarmes precisos, além da coragem em seus carinhos.

3 – Melhorar as cobranças de escanteio: João Paulo foi o responsável pelas cobranças do Tricolor, e na maioria delas, ou cobrou nas mãos de Paulo Victor, ou mandou direto para a linha de fundo ou tocou errado. Como fez quando tocou a Keno, mas o passe foi muito forte que o atacante precisou recuar ao goleiro. Os escanteios precisam ter mais precisão, para que Grafite possa usar bem de suas habilidades

4 – Líder do meio campo: Por outro lado, João Paulo foi o líder do meio campo na partida, fez desarmes e arriscou de fora da área. O meia já vem sendo uma peça importante ao lado de Keno e se destaca no Tricolor. Será uma peça importante para a partida no meio de semana, diante do Corinthians na Arena Pantanal.

5 – Ajustar a forma de jogar: Desesperado na zona de rebaixamento, o Santa Cruz saiu com tudo para cima do Flamengo em algumas oportunidades, e deixou espaços na defesa. Principalmente com as investidas dos laterais do Flamengo. Tanto que Allan Vieira foi expulso em uma ocasião dessas. O time tem dois pontas que são rápidos e pode-se aproveitar isso. Um centroavante que sabe usar bem o corpo, além de João Paulo e Uillian Correia que são bons marcadores. Conta com a experiência de Léo Moura na defesa.

Por isso, para o jogo do meio da semana, que é contra o Corinthians que não é um time ofensivo. O Santa Cruz pode usar do artifício de jogar mais recuado e tentar escapar com Keno e Arthur pelas laterais e Grafite entre os zagueiros, uma boa opção para o técnico Doriva.



Jornalista em formação pela FAPCOM. Repórter esportivo na Web Rádio Futgol Esportes. Setorista da Chapecoense no Torcedores.com. Fã de automobilismo