8 vezes que as regras do futebol foram desrespeitadas sem o menor pudor

Cruzeiro x Atlético-MG
Buda Mendes/Getty Images

O futebol é um esporte criado na Inglaterra e que, desde o século 19, é regido por um regulamento que, em tese, deveria ser seguido a risca, a fim de evitar injustiças para um ou outro lado. Contudo, sabemos que isso não sempre acontece e alguns erros de arbitragem entraram para história do esporte.

LEIA MAIS:
JOGADORA DE VÔLEI AFIRMA TER SOFRIDO AGRESSÃO DE TAXISTA; CONFIRA
RIO 2016 NÃO DEVOLVE DINHEIRO DE MILHARES DE TORCEDORES
CONFIRMADO! SHOW DE JUSTIN BIEBER EM SÃO PAULO SERÁ NO ALLIANZ PARQUE
JORNAL FRANCÊS AFIRMA QUE NEYMAR QUASE ACERTOU COM PSG

Pensando nisso, o Torcedores.com relembra 8 vezes em que as regras do futebol foram desrespeitadas sem o menor pudor. Confira:

Inglaterra x  Alemanha – Copa do Mundo de 1966 e de 2010. O 3º gol do time inglês, já na prorrogação, foi marcado de forma irregular, pois a bola não passou a linha, mas em 2010 a Inglaterra balançou as redes de forma legal, porém, o gol não foi validado pela arbitragem.

Vasco x Flamengo – Campeonato Brasileiro 2011: Nos dois jogos, o Gigante da Colina teve pênaltis não marcados.

Argentina x Inglaterra – Copa do Mundo de 1986: Maradona marcou um gol com a mão.

Corinthians x Internacional – Campeonato Brasileiro 2005: Tinga é derrubado dentro da área, mas a arbitragem não marca nada

Corinthians x Boca Juniors – Copa Libertadores 2013: o Timão teve gols anulados de maneira irregular e pênaltis não marcados.

França x Irlanda – Eliminatórias da Copa do Mundo 2010: Henry ajeita a bola com a mão em gol decisivo.

Espanha x Holanda – Final da Copa do Mundo 2010: De Jong comete falta dura em Xabi Alonso e só recebe o cartão amarelo

Flamengo x Botafogo – Campeonato Carioca 2007: Dodô marca um gol legal, que é mal anulado e ainda é expulso.

Crédito da Foto: Getty Images