Após cotovelada, boliviano critica Neymar: “Precisa deixar de ser arrogante e respeitar os rivais”

Foto: Reprodução/Youtube

Na última quarta-feira, dia 05, o Brasil goleou a Bolívia por 5×0 na Arena das Dunas e garantiu a terceira vitória no terceiro jogo sob o comando do técnico Tite. Como sempre um dos jogadores que mais despertou a atenção do público e dos adversários foi o atacante Neymar, que sofreu uma cotovelada de Yasmani Duk durante a partida. Após o duelo, o mesmo boliviano criticou o brasileiro.

LEIA MAIS:

SELEÇÃO BRASILEIRA SOFRE VIRADA DA INGLATERRA E ESTÁ ELIMINADA DA COPA DO MUNDO FEMININA SUB 17

APÓS MAIS UM GOL COM A CAMISA DA SELEÇÃO, GABRIEL JESUS RECEBE ELOGIO DO MANCHESTER CITY

“Para ser o melhor jogador do mundo, precisa deixar de ser arrogante e respeitar os rivais” falou Duk.

O lance em questão aconteceu já no segundo tempo, quando o Brasil já estava com a vitória mais do que encaminhada. O atacante boliviano de 28 anos e que atualmente joga no New York Cosmos, nos Estados Unidos, comentou ainda que já sofreu uma contusão provocada por um adversário e que não teve a intenção de machucar o atacante do Brasil e do Barcelona:

“Neymar estava tentando driblar todos no jogo, mas minha intenção foi apenas cortar a jogada, como se deve fazer no futebol. Todo mundo sabe que esse esporte é assim mesmo. Já me quebraram o nariz e eu não disse nada. O futebol é um esporte de contato. Vou em direção a bola porque já havia lido a jogada. Ele queria me dar um rolinho, então abri o braço. Não me dei conta da cotovelada, nunca fui mal-intencionado, mas lamentavelmente foi assim que aconteceu.”

 

Relembre o lance da cotovelada de Duk em Neymar:

 

Na Espanha, o jornal Sport classificou a ação do atacante boliviano como ‘vergonhosa’ e lembrou que Duk já foi suspenso do futebol por um ano após agredir um árbitro.

Foto: Reprodução Site/www.sport.es
Foto: Reprodução Site/www.sport.es

 

Após a partida, o camisa 10 do Brasil postou, em tom de brincadeira, uma foto dele sangrando durante a partida.



Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.