Argel evita falar do Inter, mas lembra: “Quando eu saí era o 9° colocado”

Argel
Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Com a cabeça voltada ao Vitória e aos objetivos do time baiano no Brasileirão, o técnico Argel Fucks evita olhar para trás e comentar os seus antigos trabalhos. Ele esteve no Inter durante boa parte do primeiro turno, quando ajudou o clube a liderar nas primeiras rodadas e não conseguiu impedir, posteriormente, uma importante queda na tabela.

LEIA MAIS:

Geromel explica derrota para o Cruzeiro: “No 2° tempo eles correram mais”

FOTO – Esta imagem de Seijas ilustrará a força da torcida colorada

Nesta quarta-feira, o Vitória de Argel Fucks acabou perdendo por 1×0 para o Grêmio na Fonte Nova, em Salvador, e estacionou nos 35 pontos na tabela de classificação. Após o jogo, o técnico dos baianos não quis falar muito sobre o Inter, apenas fez a seguinte ressalva, se eximindo de responsabilidade sobre o momento do time:

“Não posso falar muito, até por que eu já sai do Inter e quando eu saí era 9º colocado”.

Argel acabou demitido do Inter no dia 10 de julho, após mais de 11 meses de trabalho. Ele não resistiu à derrota por 1×0 para o Santa Cruz, fora de casa, que representou o sexto jogo seguido sem vencer no Brasileirão. Para o seu lugar, o Inter contratou Paulo Roberto Falcão, demitido após cinco jogos sem vitória. O terceiro nome escolhido foi o de Celso Roth, que segue comandando o clube na briga contra o rebaixamento.

Argel, por sua vez, deixou o Inter e aceitou o convite para treinar o Figueirense – clube que havia deixado em 2015 para aceitar o desafio no Beira-Rio. Depois de poucas rodadas, foi desligado do cargo e, semanas depois, aceitou substituir Vagner Mancini no comando do Vitória.

Ironicamente, os três clubes dirigidos por Argel no Brasileirão de 2016 estão ameaçados pelo rebaixamento. Inter e Figueirense, atualmente, estão dentro do Z4, com 30 e 31 pontos, respectivamente, no 18° e 17° lugar. O Vitória, depois de um bom início sob comando do novo técnico, voltou a se complicar após a derrota para o Grêmio e caiu para o 14° posto, com 35 pontos.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.