Associados do Grêmio definirão quem será o próximo presidente; saiba mais

Grêmio
Foto: Luciano Amoretti/Grêmio/FBPA

Em votação restrita ao Conselho Deliberativo na noite da última terça-feira, a oposição do Grêmio conseguiu superar a cláusula de barreira estipulada pelo Estatuto, que é de 20%, e o novo presidente do clube será escolhido pelos associados em eleição marcada para próximo dia 12 de novembro. A participação pode ser por via internet ou de forma presencial.

LEIA MAIS:
Com a volta de Douglas, Grêmio divulga a lista dos relacionados contra o Cruzeiro 
Copa Libertadores 2017 já tem 19 clubes definidos 

O situacionista e candidato à reeleição, Romildo Bolzan Jr, da Chapa 1, obteve 160 votos computados (56,9%). O oposicionista Raul Mendes, ex-lateral do clube, da Chapa 2, conquistou 117 votos (41,6%). Ainda houve dois votos nulos e dois brancos. A votação teve a participação de 281 dos 300 conselheiros.

Em entrevista ao site oficial do Tricolor, Romildo Bolzan, mostrou-se tranquilo com o resultado e salientou que os números apontam a divisão e diversidade política do CD do Grêmio: “O resultado demonstra a coalização de forças dentro do Conselho Deliberativo do Clube. Está expresso o tamanho das unidades políticas que foram montadas e da composição política que se estabeleceu para essa disputa. Está exatamente dentro do previsto”, declarou.

Já Raul Mendes da Rocha, novato em eleições, também não revelou surpresa com os números: “Foi o resultado esperado dentro daquela expectativa dos votos que tínhamos com a presença daqueles grupos que nos apoiaram. Foi uma eleição bonita, onde os conselheiros puderam expressar a vontade dos associados, já que eles representam este associado aqui dentro”, disse.

O mandato do próximo presidente irá de 2017 a 2019.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)