Só amistoso? Atuação de árbitro chama atenção em jogo-treino do São Paulo no CT

São Paulo
Foto: divulgação/Facebook

O São Paulo, na manhã desta quinta-feira (27), fez um jogo-treino contra a equipe do Nacional, no CT da Barra Funda. No entanto, o maior destaque do amistoso foi o árbitro.

LEIA MAIS:
Em rodada anterior ao clássico contra o São Paulo, Corinthians tem quatro jogadores pendurados

O técnico Ricardo Gomes colocou o time reserva no jogo-treino com a finalidade de observar maiores possibilidades de recomposição da equipe nesta reta final do Campeonato Brasileiro.

Porém, não foram as atuações dos jogadores que chamaram mais a atenção, até porque, o time do Morumbi foi derrotado por 1 a 0. O grande nome também não foi de nenhum atleta adversário, e sim, a rigorosa atuação do experiente árbitro Leandro Bízzio Marinho.

No decorrer do jogo, o árbitro marcou um pênalti contra o time do São Paulo, que foi defendido pelo goleiro Renan Ribeiro. Mas, o juiz mandou voltar a cobrança alegando que Renan teria se adiantado antes do adversário bater na bola. Na segunda tentativa, o jogador do Nacional bateu e converteu, marcando o único gol da partida.

No entanto, a firme atuação de Leandro Bízzio não parou por aí. O volante Wellington, do São Paulo, deu um carrinho no meio-campo e, sem pensar duas vezes, o árbitro mostrou o cartão vermelho para o são paulino, que teve de deixar o jogo. Logo em seguida, Luiz Araújo foi “amarelado” por chutar a bola no gol depois da partida já ter sido interrompida.

Ao fim do jogo-treino, os jogadores Wellington e Marinho conversaram com Leandro Bízzio Marinho em tom de descontração, diante da situação inusitada que haviam presenciado. A escalação do São Paulo na derrota para o Nacional foi: Renan Ribeiro, Auro, Lugano, Douglas, Matheus Reis, Wellington, Daniel, Jean Carlos, Luiz Araújo, Robson e Gilberto.