Botafogo: Ex-prefeito do Rio crítica fechamento do Niltão

Engenhão
Crédito da foto: Divulgação

A divulgação de um estudo indicando que o fechamento do estádio Nilton Santos por conta de problemas em sua cobertura pode ter sido equivocada lançou um novo olhar sobre a casa do Botafogo. Entre os torcedores, o fato deixou muito claro que houve uma sacanagem com o Alvinegro.

LEIA MAIS:
VÍDEO: CRISTIANO RONALDO VIRA GANDULA EM JOGO DO FILHO; CONFIRA
NOVO REFORÇO DO BOTAFOGO FALA SOBRE ESTREIA; CONFIRA
OPINIÃO: BOTAFOGO PODE TER SIDO SACANEADO EM INTERDIÇÃO DO NILTÃO
BOTAFOGO ATROPELA RIVAIS NA TAÇA RIO DE VÔLEI; CONFIRA
FELIPE MELO REBATE CRÍTICAS: “ESTOU C… E ANDANDO. NÃO SOU VIOLENTO”

O ex-prefeito do Rio de Janeiro, César Maia, foi outro que criticou a decisão. Em entrevista à Rádio CBN, ele falou sobre o caso:

“Acho que o prefeito tinha que ter exigido auditorias adicionais. Ele não podia ter ficado satisfeito apenas com a palavra da Odebrecht e de engenheiros calculistas contratados pelo Maracanã. Ele não podia ter ficado safisfeito com isso. Mas, foi a decisão dele. Deve estar vendo agora que foi um erro delicado e grave”, disse o ex-prefeito.

Fechado nos anos de 2013 e 2014, o estádio do Engenhão pode ter sido interditado sem nenhum risco. Segundo a rádio CBN, a análise feita pela DFA Engenharia e pela Controlatto concluiu que a cobertura do estádio do Botafogo não apresentava nenhum defeito e que a obra de R$ 100 milhões foi desnecessária.

Um dos argumentos usados para justificar o fechamento foi justamente a ferrugem nos arcos de sustentação da cobertura que, na verdade, podem ter sido causadas simplesmente por falta de pintura.

Crédito da foto: Divulgação