Relembre a carreira de Carlos Alberto Torres no Santos

Relembre a passagem da carreira de Carlos Alberto Torres no Santos
Reprodução/ Facebook oficial do Carlos Alberto Torres

Nesta terça-feira (25), morreu, vítima de um infarto fulminante, o ex-lateral-direito Carlos Alberto Torres. Capitão do tricampeonato mundial brasileiro na Copa do 1970, defendeu o Santos por quase uma década.

LEIA MAIS:
MORRE CARLOS ALBERTO TORRES, TRICAMPEÃO MUNDIAL DE 1970
SANTOS DEPENDE SÓ DE SI PARA FICAR NO G-3 DO BRASILEIRÃO; ENTENDA

O “Capita”, como era conhecido, chegou ao Peixe em 1965, para somar ao clube que já era bicampeão mundial com Pelé e companhia. Em 1971, foi defender o Botafogo, mas retornou à Baixada Santista no ano seguinte para atuar até 1974.

Neste período, o ex-lateral vestiu a camisa alvinegra em 445 oportunidades, marcando 40 gols. Em sua segunda passagem, chegou a jogar também como zagueiro. Enquanto foi atleta do Santos, fez 61 partidas pela seleção brasileira, balançando as redes em nove ocasiões.

No time da Vila Belmiro, além de ídolo, Carlos Alberto Torres foi bicampeão brasileiro (1965 e 1968), pentacampeão paulista (1965, 1967, 1968, 1969 e 1973), campeão do Torneio Rio-São Paulo (1966) e campeão da Recopa Sul-Americana e Mundial (1968).

O “Capita” é considerado o maior lateral-direito da história do Santos, que divulgou uma nota de lamentação e decretou luto oficial de três dias.

Gostou da publicação? Para acompanhar tudo o que escreve seu autor, curta sua página no Facebook e siga-o no Twitter.



Jornalista formado pelo Mackenzie (SP), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias e pós-graduando em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais pela Anhembi Morumbi (SP). Apaixonado por esportes desde 1994.