Opinião: Celso Roth alcançou seu objetivo

Créditos: Divulgação Internacional
Créditos: Divulgação Internacional

O Internacional diante de sua torcida, enfrentou ontem (26), pela Copa do Brasil, o 3° colocado no Campeonato Brasileiro e um dos melhores times do Brasil: o Atlético Mineiro. A equipe colorada comandada pelo seu técnico Celso Roth entrou com time misto, repetindo a proposta que já tinha feito contra o Santos, na partida válida pelas quartas de finais desta Copa. Contudo, a disputa de ontem, além de ser contra uma excelente equipe, era também o primeiro passo para conquistar nada mais do que a possibilidade de disputar o título da Copa do Brasil.

Considerando isso, fica a seguinte pergunta: Como ter expectativas de vencer uma equipe, que já é considerada melhor que a sua, enfraquecendo o seu próprio time?

Isso é colocar pedras no seu próprio caminho!

O técnico Celso Roth, sem motivos plausíveis, faz isoladamente a escolha de colocar uma equipe enfraquecida, com diversos improvisos, e displicentemente, abriu mão de uma competição nacional. Claramente o técnico Celso Roth não quer se desgastar com a Copa, desdenha desta competição, diminui o campeonato e o clube do Internacional. Logo, se ele não valoriza a Copa é porque não tem expectativas de vencê-la, e se não tem expectativa de vencê-la é porque não acredita na capacidade de sua equipe conquistar o título.

Roth, na posição de treinador, funcionário do clube, não pode ser soberano e decretar qual competição ele vai jogar e qual ele vai abrir mão. Não pode isolar patrimônios do clube, assim com faz com Nico Lopes e Seijas. O clube Internacional, independente da situação, posição, tem a grandeza de poucos e entrar em qualquer campeonato em que tem possibilidades reais de títulos – como é o caso – como franco favorito. Celso Roth não poderia ter esse poder – que parece que hoje tem – de determinar os objetivos do Internacional. O Inter tinha ontem, as mesma possibilidades que as outras equipes tinham de ganhar o titulo da Copa do Brasil e motivado por uma escolha particular faz o Inter se diminuir diante dos seus três adversários nesta competição e abriu mão de um título que poderia fazer o clube Internacional esquecer os maus resultados do ano de 2016.

Mesmo com todas as dificuldades impostas por seu treinador, o Internacional fez uma boa partida, isso muito por dedicação dos seus atletas, da sua camisa e sua torcida. Porém, mesmo assim não foi suficiente para se livrar da derrota.

Mas o que ficou claro é que o técnico Celso Roth alcançou seu objetivo e o Inter está eliminado da Copa do Brasil!

 

 



Estudante de direito e colaborador dos sites: Torcedores.com e ONDDA.com.