Chelsea é goleado em casa e terá difícil missão na volta da UWCL

Lindahl toma frango
Lindahl observa a bola passar por baixo de suas pernas. Crédito: site do Chelsea Ladies

No último dia 5, o Chelsea Ladies perdeu em casa para o Wolfsburg por 3 a 0 e se complicou muito para o jogo da volta da fase 32 avos de final da Liga dos Campeões da UEFA. A partida teve um público de 3783 pessoas e os três gols do time alemão foram marcados pela meia-atacante húngara Jakabfi.

As Blues entraram em campo muito nervosas e, apesar de terem armado um esquema com três zagueiras, cometeram muitos erros no sistema defensivo e facilitaram a vida da equipe germânica, que logo partiu para o ataque e pressionou suas adversárias. Aos 11 minutos, o Chelsea teve um escanteio a seu favor, porém a cobrança foi interceptada pela defesa inimiga, que logo armou um belo contra-ataque e fez a bola chegar a Zsanett Jakabfi, que, em uma noite iluminada, se aproveitou da indecisão da defensora Rafferty e da goleira Lindahl sobre quem iria à bola e ficou livre para abrir o placar, 1 a 0.

Leia Mais: LIGA DOS CAMPEÕES: RESUMO DA PRIMEIRA RODADA

Apesar dos esforços do Chelsea para empatar jogo, a goleira alemã Almuth Schult pouco trabalhou na primeira etapa e viu seu time dobrar a vantagem aos 38 minutos; a meia-esquerda Lara Dickenmann fez um excelente cruzamento na segunda trave e achou a cabeça da artilheira húngara Jakabfi, que mandou por entre as pernas da arqueira Lindahl, 2 a 0. Nos acréscimos do primeiro tempo, o Wolfsburg poderia ter ampliado a vantagem, porém a ponta-direita Graham Hansen não conseguiu acertar a bola ao tentar um carrinho depois de um cruzamento em sua direção.

No segundo tempo, a treinadora do Chelsea, Emma Hayes, tentou partir para o ataque e colocou a ponta Bethany England e a meia Gemma Davidson em campo, alterando o 3-5-2 para um 4-4-2, mas esse plano tático foi por água abaixo pouco tempo depois. Aos 8 minutos, as Blues perderam a bola no meio-campo e viram Graham Hansen avançar pela esquerda e cruzar para Jakabfi concluir seu hat-trick e o placar do jogo, 3 a 0.

Depois disso, o time de Stamford Bridge buscou diminuir a diferença, mas esbarrou no forte sistema defensivo do time germânico, que não deu espaço para as atacantes Ji e Aluko trabalharem e fez com que o placar da partida não fosse alterado até o final.

Para conseguir a classificação na partida de volta (que será realizada em Wolfsburg, no AOK Stadium e será transmitida ao vivo pela TV Chelsea), as Blues terão que fazer quatro gols no tempo normal ou, pelo menos, três para levar a partida para a prorrogação e posteriormente para os pênaltis, caso não marque no tempo extra.