Em reunião, clubes criticam Uefa por mudança na Liga dos Campeões

Reprodução/Facebook UEFA Champions League

A polêmica sobre as mudanças em relação a Liga dos Campeões da Uefa segue entre os integrantes das principais ligas europeias. Em reunião nesta quarta-feira (5), a Associação Europeia de Ligas de Futebol (EPLF) novamente fez críticas quando a decisão da entidade que rege o futebol do continente sobre as vagas na fase de grupos.

LEIA MAIS

SAIBA O NOBRE MOTIVO QUE FEZ BONUCCI REJEITAR O UNITED

NETO ACUSA GALVÃO BUENO DE MENTIR SOBRE PARTICIPAÇÃO DE LUXEMBURGO EM PROGRAMA

OPINIÃO: COM NOVAS REGRAS, DISPUTAR A LIBERTADORES FICA MAIS FÁCIL E SEM GRAÇA

Sob a nova regulamentação da entidade, a Champions dará a quatro países (Alemanha, Itália, Inglaterra e Espanha) quatro vagas diretas na fase de grupos da competição, o que revoltou em especial integrantes de ligas de menor expressão, que alegam que a Uefa quebrou um acordo com as ligas em relação às vagas na competição europeia.

“É por isso que estamos reagindo como agora, a Uefa está criando as condições para criar no futuro uma liga privada e fechada. Na minha opinião, a Uefa forçou a EPFL a agir, porque ela quebrou o acordo. Nós não fomos consultados e o processo não foi somente errado, foi demorado”, declarou o presidente da entidade que congrega as ligas, Lars-Christer Olsson, segundo a ESPN.

O fato de que ligas de menor porte financeiro e midiático podem perder espaço na principal competição do continente é o principal motivo de irritação dos dirigentes do continente, expressado por Neil Doncaster, chefe executivo da Liga da Escócia (SPFL).

“Isso ameaça o futuro do futebol de alto nível. É importante você ser campeão de seu país e isso é o mesmo em toda a Europa. É sobre acessar o mais alto nível competitivo do futebol europeu com todos os outros campeões. Remova isso e você remove fundamentalmente o que é importante sobre ser um campeão em uma disputa doméstica e você prejudicaria de modo irreversível as ligas domésticas de nível médio”, disse.

A mudança das vagas na fase de grupos da Liga dos Campeões valerá entre os anos de 2018 e 2022, podendo ser revisada ao final deste período.

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook UEFA Champions League)