No próximo sábado, Corinthians já cumpre punição imposta pelo STJD; confira as mudanças

Corinthians
Foto: divulgação/Facebook

Devido à briga entre torcedores e a PM do Rio de Janeiro, no último domingo (23), o Corinthians terá de cumprir punição já na próxima partida contra a Chapecoense, em Itaquera.

LEIA MAIS:
Veja as opções de Oswaldo de Oliveira para para substituir Guilherme contra a Chapecoense

A partida contra o Flamengo, dentro de campo, foi vantajosa para o Timão, que conseguiu arrancar um empate, por 2 a 2, fora de casa com uma equipe que briga pelo título da competição, e o resultado ainda recolocou o alvinegro dentro do G-6, grupo que vai para a Libertadores do ano que vem.

Porém, nas arquibancadas, o prejuízo foi grande, já que alguns torcedores corintianos presentes no Maracanã se envolveram em uma briga generalizada com a Polícia Militar carioca, o que fez com o que o árbitro registrasse a confusão na súmula e o Superior Tribunal de Justiça Desportiva punisse o clube.

Por isso, o Corinthians está proibido de vender ingressos para membros de torcidas organizadas nos próximos seis jogos da equipe no Campeonato Brasileiro, e neste mesmo período, terá de fechar o setor Norte da arena corintiana nas partidas em casa.

Com isso, quem comprou ingressos para este setor e não pertence a organizadas será realocado para o Oeste Superior, e os pertencentes terão o dinheiro devolvido, já que não poderão comparecer.

Segundo informações publicadas pelo Globoesporte.com, o procurador geral do STJD, Dr. Felipe Bevilacqua, afirmou que a punição se deu pelo fato dos torcedores do clube terem sidos os principais causadores da confusão nas arquibancadas. O Corinthians anunciou que não irá recorrer.

Vale ressaltar que 31 corintianos ainda estão presos no Rio de Janeiro, transferidos para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu. O mesmo STJD pede para que estes torcedores sejam impedidos de entrar em estádios daqui em diante.