Denis revela “armas” que utilizou para crescer no São Paulo

Denis
Rubens Chiri/saopaulofc.net

Substituto do ídolo Rogério Ceni, Denis não comelou nada bem a temporada 2016 no São Paulo. O goleiro falhava constantemente e comprometia os resultados da equipe em campo. Mas a cena mudou e o bom desempenho do arqueiro começou a surgir, graças a duas “armas” utilizadas pelo camisa 1.

LEIA MAIS:

BRASILEIRÃO: TRÊS MOTIVOS PARA ACREDITAR QUE O SÃO PAULO VENCERÁ O SPORT

SÃO PAULO TERÁ APOIO DE 50 SÓCIOS TORCEDORES CONTRA O SPORT

Apesar da má fase de todo o time desde a saída do técnico argentino Edgardo Bauza, o goleiro Denis vem tendo boas atuações, fazendo defesas difíceis nos jogos e deixando de lado as falhas em lances simples. Segundo o próprio goleiro, dois fatores o auxiliaram diretamente nessa mudança.

O primeiro: os diálogos com o ex-goleiro titular da seleção brasileira em 1986, Carlos Roberto Gallo. “Quando chego em casa, após uma partida, ligo a televisão e vejo tudo de novo. Parte por parte. Vejo como errei. E comecei a conversar muito com o meu preparador de goleiros”, afirmou Denis ao Blog do Menon, portal do UOL Esporte.

O segundo fator: os auxílios do psicólogo e treinador José Paulo Laganá. Denis revela que Laganá o ajudou a corrigir um erro que era fatal para o São Paulo. “Meus erros tinham um fundo psicológico. Era muita ansiedade para mostrar meu valor. Eu invadia a área dos zagueiros e atrapalhava o trabalho deles e meu também. Consegui melhorar muito nessa parte”, revelou o camisa 1.

O psicólogo falou um pouco sobre o trabalho que ele realiza. “Por ética, não falo nada sobre um cliente. O que posso falar é que meu trabalho busca fazer com que as pessoas lidem melhor com sua inteligência emocional e para colocar para fora toda sua capacidade e competência”, contou Laganá.