Dos onze que iniciam contra o Cruzeiro, apenas dois venceram a Copa do Brasil

Cruzeiro
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio inicia nesta quarta-feira, a partir das 21h45, a sua briga para estar na grande final da Copa do Brasil. O adversário é o Cruzeiro, de Mano Menezes, no estádio Mineirão. E, para efeito de curiosidade, dos onze jogadores escalados por Renato Gaúcho para a partida em Belo Horizonte, somente dois deles já tiveram o saboroso gosto de comemorar um título do torneio.

LEIA MAIS:

Grêmio completa 10 anos sem perder Gre-Nal em casa no Brasileirão

É o amor! Gremista pede colorada em casamento no intervalo do Gre-Nal

Coincidentemente, os dois jogadores gremistas ganharam a Copa do Brasil pelo mesmo time e na mesma temporada. Em 2009, o Corinthians, então treinado pelo hoje rival Mano Menezes, bateu o Inter na grande final e ficou com a taça. O meia Douglas era titular absoluto do time e o responsável por municiar o ataque formado por Ronaldo, Dentinho e Jorge Henrique. Marcelo Oliveira, por outro lado, fazia parte do elenco e era o reserva imediato de André Santos.

Tanto Marcelo Oliveira quanto Douglas estão escalado para o duelo contra o Cruzeiro no Mineirão. O camisa 10, aliás, volta ao time titular depois de ter sido poupado por Renato Gaúcho no último domingo, no empate em 0x0 na Arena no clássico Gre-Nal, válido pelo Brasileirão. O provável Grêmio para hoje tem: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha; Luan.

O duelo entre Cruzeiro e Grêmio reúne os dois maiores campeões da história da Copa do Brasil, com quatro conquistas para cada lado. Os mineiros ficaram com a taça em 1993, 1996, 2000 e 2003, enquanto os gaúchos levaram a melhor em 1989, 1994, 1997 e 2001 – este, até hoje, lembrado como o último grande título da equipe.

Mano Menezes rejeita favoritismo

Mano Menezes não considera o Cruzeiro favorito para o duelo de semifinal da Copa do Brasil contra o Grêmio. Na última rodada do Brasileirão, domingo passado, contra o Vitória, os mineiros pouparam oito titulares visando o duelo pelo torneio mata-mata. Para Renato Gaúcho, técnico gremista, isso joga o favoritismo para o Cruzeiro. Mano não concorda.

“Conversinha pra boi dormir. Lá no sul a gente chama de “pega ratão”. Ele (Renato) é experiente e sabe disso. O Cruzeiro não imagina um Grêmio mais desgastado. Não é assim. Ele também fez isso lá contra o Santos, jogadores importantes não iniciaram o jogo na Vila”, salientou Mano Menezes em entrevista coletiva na Toca da Raposa II. O jogo de volta ocorre na Arena, em Porto Alegre, no dia 2 de novembro.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.