Em gafe, Galvão lembra de meia boliviano que nem participou de título do Santo André em 2004

Reprodução

Uma informação de Galvão Bueno, locutor da Rede Globo, chamou a atenção de alguns telespectadores durante os minutos finais da goleada da seleção brasileira sobre a Bolívia (5 a 0), na Arena das Dunas, nesta quinta-feira. Aos 32 minutos do segundo tempo, o boliviano Pablo Escobar ocupou a vaga de Yasmani Duk. O narrador cometeu equívoco ao mencionar que o jogador fez parte do elenco do Santo André, campeão da Copa do Brasil de 2004, contra o Flamengo. Na verdade, o meia-atacante teve passagem discreta pelo Ramalhão, em 2009.

LEIA MAIS:
Galvão se emociona em homenagem aos seus 35 anos de Rede Globo 
Sem futebol e com “The Voice” na quarta-feira, audiência da Globo patina 

“Eu lembro dele. Estava no Maracanã quando o Santo André foi campeão contra o Flamengo da Copa do Brasil e ele era o atacante. Na época, lembro bem”, disse Galvão. “Eu também estava. Chamei o Santo André de São Caetano, que estava em alta. Pedi desculpas para os torcedores do Santo André…”, comentou Casagrande.

Em 2004, o paraguaio naturalizado boliviano defendia as cores do San José-BOL. No Brasil, além do Santo André, Escobar também teve passagens por Ipatinga, Mirassol, Ponte Preta e Botafogo-SP. Desde 2011 está no The Strongest-BOL.

A gafe de Galvão rendeu diversos comentários no Twitter. Veja algumas mensagens:



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)