Emerson Leão explica saída polêmica de Tevez e Mascherano do Corinthians

Corinthians
Foto: Reprodução/ESPN Brasil

O técnico Emerson Leão foi o convidado do Bola da Vez, da ESPN, que vai ao ar na noite desta terça-feira onde relembrou sua trajetória no futebol como técnico e jogador. Dentre alguns assuntos o treinador relembrou da polêmica saída de Carlitos Tevez e Javier Maschereno do Corinthians, em 2006.

LEIA MAIS
MEIA RELEMBRA QUANDO LEÃO DISSE PARA TEVEZ E MASCHERANO QUE NÃO GOSTAVA DE ARGENTINO

Ao contrário do que alguns torcedores pensam, Leão explica que nunca teve problemas com jogadores argentinos. No entanto o que causou polêmica foi um pedido do treinador de dispensa da seleção argentina que foi negado por Tevez e Mascherano.

“Eles vieram falar comigo: ‘Professor, você vai nos dispensar?’. Eu disse: ‘Não vou! Por que não vou? Primeiro, não é Data Fifa, não sou obrigado a dispensar. O nosso time está muito mal. Se ele estivesse em último lugar, caído, você estava dispensado. Se estivéssemos em primeiro lugar, você também estava dispensado. Nós estamos na tangente, subindo, não vou dispensar vocês, que são titulares do time“, relembrou.

Leão ainda se recorda que na época, Tevez e Mascherano foram falar com o então presidente do Corinthians, Alberto Dualib. Porém o cartola corintiano concordou com o treinador e os argentinos ameaçaram então não jogar mais pelo Timão, o que não foi aceito pelo técnico.

“Tava na hora passando por trás dele. Eu passei e bati (no ombro), meio forte, e falei assim: ‘Você vai fazer este favor?’. Isso eu falei. Porque o cara está se recusando a jogar no Corinthians? É amistoso! Espera aí, nós estamos caindo. Nós estamos aqui para salvar o Corinthians. Não é para brincar de jogador de futebol ou de jogador. E foi isso o que aconteceu“, relembrou.

Diante da polêmica, Emerson Leão afirmou que Kia Joorabchian, representante do jogador, ligou para Tevez e Mascherano e falaram para irem à Inglaterra.

“Aí ele recebeu um telefonema lá de trás dos donos dele, da Inglaterra, e falou ‘Olha, larga tudo aí e vem pra cá e não quero saber. Depois eu resolvo’. Não sei se eles tinham alguma coisa que envolviam eles, extra. Então ele nunca mais voltou, nunca mais o vi”, finalizou.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.