“Essa forma de perguntar não é legal”, Marco Aurélio se incomoda com pergunta

Crédito da foto: Reprodução/Youtube

O São Paulo empatou mais uma partida, e terá que torcer para que outros times que estão na parte inferior da tabela não vençam para que o time não fique à 2 pontos da zona de rebaixamento. Quando perguntado sobre a partida e sobre a possibilidade de rebaixamento o dirigente tricolor, Marco Aurélio Cunha, não gostou.

LEIA MAIS:
MURICY RAMALHO PRETENDE VOLTAR AO SÃO PAULO EM OUTRA FUNÇÃO
APÓS MARCAR GOL, THIAGO MENDES DIZ: “CONSEQUÊNCIA DE TREINAMENTO”
MARCO AURÉLIO CRITICA ATITUDE DE TORCEDORES DO SÃO PAULO COM M. BASTOS

“Nem posso imaginar uma coisa dessa, embora me preocupe. Essa forma de perguntar não é legal, até porque nós não estamos na zona de rebaixamento. Por que você me pergunta isso se temos outros times grandes mais perto da zona do que o São Paulo?. Não vejo por que perguntar isso nesse momento em que viemos aqui e conseguimos um empate fora de casa que pode ser importante”, Respondeu o dirigente, que ficou visivelmente incomodado com o questionamento.

O dirigente ainda falou um pouco sobre a “brincadeira” que fez com o atacante argentino Jonathan Calleri, Cunha comentou “que tal conversamos?” em uma publicação do jogador no instagram.

“Escrevi porque eu me dou bem com ele. Estivemos juntos na Olimpíada, conversamos bastente, então, mandei “vamos conversar”. Se as coisas fossem fáceis como uma postagem no Instagram eu falaria com o Messi. Foi só um comentário habitual”

E finalizando Marco Aurélio falou sobre o planejamento para o resto da equipe, “O planejamento não para, estamos sempre conversando a respeito e o mais importante é ganhar pontos para a gente ficar tranquilo quanto a essa questão da zona de rebaixamento. É fazer pontos, o máximos possível, para sempre estar distante dos últimos colocados. Essa é a missão: fazer pontos”.