Flamengo reclama de conduta do Vasco para a final do Carioca de basquete

Foto: Divulgação/Flamengo

Nesta quarta-feira, iria acontecer o segundo jogo da série final do Campeonato Carioca de basquete, entre Vasco e Flamengo. No entanto, a partida que aconteceria em São Januário, foi adiada, por questões de segurança.

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino
Conheça o Llanfairpwllgwyngyll F.C., o clube de futebol com o nome mais longo do mundo
CONFIRA COMO FICARAM OS GRUPOS DA COPA DO NORDESTE 2017
Você Sabia? Novo prefeito de São Paulo, João Dória é santista fanático
Eleições 2016: Saiba como foi o desempenho de ex-jogadores e jornalistas esportivos nas urnas

Depois de indefinição sobre o local do jogo 2 da final, o Vasco decidiu levar a partida para dentro de casa, no ginásio de São Januário. O fato foi criticado pelo vice-presidente de esportes olímpicos do Flamengo, Alexandre Póvoa, que reclamou da conduta do Vasco e da Federação de Basquetebol do Estado do Rio de Janeiro (FBERJ) na definição do mando de quadra.

“O Flamengo lamenta que o Vasco tenha quebrado um acordo de cavalheiros e marcado o jogo para São Januário. Estamos decepcionados com o Vasco e a Federação, que em momento algum comunicou o Flamengo da decisão, a não ser por nota oficial. O Flamengo não foi comunicado e não concordou com isso. É uma insanidade colocar esse jogo lá. Quem garantirá a segurança se o Flamengo for campeão em São Januário? A situação já foi encaminhada para o jurídico e para a presidência. Amanhã vamos conversar e tomar uma posição sobre o caso e ver o que podemos fazer. O Flamengo tentou elevar o nível da disputa do campeonato e foi essa a resposta que recebeu”, disse o dirigente, ao GloboEsporte.com.

Marcado para acontecer em São Januário, o jogo 2 da final foi adiada por ordem da Polícia Militar do Rio de Janeiro, já que hoje também acontecerá o jogo entre Vasco e Avaí, pela Série B, no São Januário. Por conta disso, a PM-RJ afirmou que duas partidas no mesmo lugar poderia comprometer a segurança de flamenguistas.

Alexandre Póvoa ainda fez duras críticas à organização do Campeonato Carioca de basquete profissional.

“Meu erro foi colocar o time principal para jogar. Achei que seria a redenção do Estadual com a volta do Vasco, as arenas olímpicas. Mas ficamos sem as arenas, colocaram torcida única e ainda teve aquele episódio triste da torcida do Flamengo. Sem contar as coisas que a Federação vem fazendo. Sinto aquela vergonha alheia”, acrescentou.

“Eu poderia ter colocado torcida (no jogo 1 da final), mas não seria responsável. Fiz tudo por respeito ao Vasco, com quem temos uma boa relação, ao campeonato e à imprensa. Mas já começo a suspeitar de má-fé diante de tudo que vem acontecendo com o Flamengo”, completou.

Vasco e Flamengo se enfrentarão nesta quinta-feira, às 20h36, no São Januário.



Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com