Furacão foca no G4 por motivação no Brasileirão

Furacão duela conta Chapecoense
Furacão está escalado para duelo contra Chapecoense - Foto: Reprodução/Site oficial do Atlético-PR

Atualmente na sexta colocação – o que lhe garantiria vaga na pré-Libertadores 2017 – o Atlético Paranaense pensa subir pelo menos dois degraus na classificação geral do Brasileirão rumo a antiga zona de classificação a competição continental, o motivo? Manter o Furacão motivado no torneio nacional, o único que a equipe ainda disputa na temporada.

A decisão partiu do treinador Paulo Autuori que justifica a busca pelo quarteto principal do campeonato como forma de garantir a permanência no G6: “Nossa situação é completamente distinta porque entra com emocional, entra com problemas que não são apenas somar, multiplicar e dividir. É muito mais complexo do que isso. Nosso objetivo continua sendo lutar para estar envolvido no G-4. O campeonato permite pensar assim, e esta foi a projeção que fizemos no início do campeonato – afirmou o treinador em coletiva na terça-feira véspera do duelo contra a Chapecoense.

LEIA MAIS

VEJA A PROVÁVEL ESCALAÇÃO DO ATLÉTICO-PR PARA O DUELO DIANTE DA CHAPECOENSE

LUCAS RELEMBRA 1° GOL DA HISTÓRIA DA ARENA DA BAIXADA: “FOI MÁGICO”

O adversário aliás é um osso duro na vida do Furacão. Nos últimos quatro duelos foram quatro empates, 3 por 0x0 – no segundo turno do Brasileirão 2015, no primeiro turno deste ano e no jogo de ida da Copa do Brasil além do 1×1 no jogo de volta. Nem mesmo o fato de a Chapecoense vir de derrota por goleada por 4×1 em casa para o Vitória é visto por Paulo Autuori como facilitador da partida de hoje, afinal o time catarinense segue em busca do título da Copa Sul-Americana.

“É verdade que a Chapecoense vem de derrota por goleada, essa é uma coisa clara, uma leitura clara, mas o time deles conseguiu passar a eliminatória da Copa Sul-Americana (contra o Independiente) e isso exigiu muito da equipe. É um grupo, como a maior parte dos clubes, enxuto, pequeno. E, depois daquele esforço, poderia pagar o preço, como pagou. Para mim, este jogo não conta absolutamente nada” – finalizou Paulo Autuori.

O Furacão rubro-negro terá duas mudanças para o pega contra a Chapecoense. Santos entra na vaga de Weverton que além de estar suspenso no Brasileirão está servindo a Seleção Brasileira e Léo será o titular da lateral direita no lugar de Rafael Galhardo.



Lucas Mendes é Jornalista, nascido no Rio de Janeiro mas com profundas raízes espalhadas pelo Brasil. Apaixonado por esportes desde pequeno por influência do Maior Camisa 10 de Todos os Tempos que viu jogar - o Tio Juca - Lucas busca fazer através do jornalismo esportivo o que não pode fazer dentro das quatro linhas do esporte. Com passagens por TV Jangadeiro, TV Fortaleza, Rede Record, SBT, Rede Gazeta, Rede Massa, RPC e TV Tarobá acumulou a experiência que agora compartilha no Torcedores.com