Gomes se recusa a falar de Rogério Ceni: “Não vou responder. É com a diretoria”

Crédito da foto: Érico Leonan/saopaulofc.net

Em coletiva após o treino desta sexta-feira (28), o técnico Ricardo Gomes se mostrou um pouco incomodado com as pernas sobre Michel Bastos e Rogério Ceni. O primeiro, que faltou no treino de ontem, viu o treinador dizer aos quatro ventos que falta foco para voltar a jogar. Já sobre Rogério, Gomes preferiu não falar.

LEIA MAIS
VEJA RANKING DOS JOGOS DO BRASILEIRÃO 2016 ÀS 11H QUE TIVERAM MAIS PÚBLICO
SÃO PAULO ABRE AS PORTAS DO MORUMBI PARA RECEBER PALMEIRAS NO BRASILEIRÃO
SÃO PAULO COMEÇA PLANEJAMENTO 2017 E DEFINE SAÍDAS

Ao ser questionado se aceitaria o nome do ex-goleiro do São Paulo como auxiliar, Ricardo Gomes lembrou que já havia falado sobre o assunto após a vitória sobre a Ponte Preta e mandou procurar a direção do clube.

“Não vou responder isso aqui. Ele foi meu capitão há seis anos e toda essa história é porque ele é merecedor de voltar ao São Paulo. Se vai ser como treinador ou auxiliar, é com a diretoria e só em 2017. Vamos resolver primeiro os problemas de 2016”, declarou o técnico.

O nome de Rogério Ceni começou a ganhar força nos bastidores do Tricolor devido a má fase da equipe no Brasileirão. No entanto, as vitórias sobre Fluminense e Ponte Preta deixaram a equipe, praticamente, livre do rebaixamento e deu gás para Gomes seguir trabalhando no planejamento para 2017.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.