Incansáveis! Veja 5 experientes treinadores que seguem na ativa por aí

treinadores
Getty Images.

É quase um vício. Entra temporada e sai temporada, lá estão eles de olho no telefone celular esperando apenas um chamado para voltarem à beira do campo. Palestras, treinos, escalações, reuniões e entrevistas coletivas são alguns dos itens que quem escolhe ser treinador de futebol precisa passar para ter êxito na carreira. Entre estrategistas e motivadores, estudiosos e sanguíneos, listamos cinco técnicos brasileiros de muita experiência e que seguem em atividade.

LEIA MAIS:

Geromel explica derrota para o Cruzeiro: “No 2° tempo eles correram mais”

FOTO – Esta imagem de Seijas ilustrará a força da torcida colorada

GENINHO: Aos 68 anos, Geninho está perto de alcançar mais um resultado expressivo em sua extensa carreira. É sob o seu comando que o ABC, de Natal, jogará nesta sexta-feira por uma vitória em casa sobre o Botafogo-SP para garantir o acesso à Série B. Tendo o título brasileiro de 2001 com o Atlético-PR como o maior momento da carreira, Geninho também teve a oportunidade de dirigir clubes do porte do Atlético-MG, Vasco, Corinthians e Botafogo.

GIVANILDO DE OLIVEIRA: Com a mesma idade de Geninho, Givanildo é o trunfo do Náutico para um acesso à Série A na temporada do ano que vem. Depois de demitir Alexandre Gallo, o Timbu apostou no experiente treinador para retomar o caminho das vitórias. E, até agora, se mantém invicto com o novo técnico e é o 5° colocado a três pontos do G4 da Série B. Falta, no currículo de Givanildo, um trabalho em um grande clube. Mas ele sempre é lembrado em momentos de aperto de clubes como América-MG, Santa Cruz, Sport, Paysandu e Fortaleza.

NELSINHO BAPTISTA (foto): Da família, quem está mais em evidência nesse momento é Eduardo, que pelo segundo ano consecutivo faz um bom trabalho. No ano passado, chamou a atenção no Sport e agora volta a aparecer com algum destaque na Ponte Preta, depois de uma passagem apagada no Fluminense. Mas está enganado quem pensa que o seu pai, Nelsinho, já pendurou a prancheta. Pelo contrário: o ex-treinador de Corinthians, Inter, São Paulo, Flamengo, Cruzeiro e Sport, de 66 anos, segue brilhando no Japão, fazendo do seu Vissel Kobe o atual vice-líder da liga local.

HÉLIO DOS ANJOS: Tradicional treinador do Goiás, clube pelo qual passou em cinco oportunidades, Hélio dos Anjos, aos 58 anos, segue trabalhando profissionalmente. Dessa vez, fora do Brasil. Desde que saiu do ABC, seu último clube no Brasil, Hélio se aventura no futebol da Arábia Saudita. Por lá, o primeiro trabalho em 2016 foi no Najran. Agora, quem recebe o brasileiro é o Al-Faisaly.

GILSON KLEINA: Os 48 anos de vida contrastam com a larga experiência como treinador de futebol. Em quase 20 anos de carreira, Gilson Kleina já trabalhou em mais de 20 clubes e teve como grande oportunidade o trabalho no Palmeiras, que sob seu comando acabou rebaixado em 2012 e campeão da Série B em 2013. Kleina, de bons trabalhos em Ponte Preta e Coritiba, é o atual técnico do Goiás, que disputa a segunda divisão nacional.

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.