Inter é o clube brasileiro com mais mulheres dentro do quadro social

Inter
Torcida do Inter comemora no Beira-Rio. Foto: Divulgação/Inter

Um levantamento do jornalista Rodrigo Capelo, da Revista Época, apontou uma realidade interessante dentro dos clubes de futebol do Brasil. O profissional quantificou a presença das mulheres no quadro social de cada clube e apontou o Internacional, de Porto Alegre, como o recordista neste quesito. Cerca de 22% dos sócios-torcedores do Inter são mulheres.

De acordo com dados do Torcedômetro, que monitora desde 2013 o número de associados dos clubes brasileiros, o Inter conta no momento com 112.756 sócios-torcedores. Fica atrás apenas de Palmeiras (126.635) e Corinthians (131.642), os dois líderes nessa disputa.

A força do Inter no quadro social não é de hoje. No início dos anos 2000, logo na chegada do ex-presidente e atual vice de futebol Fernando Carvalho, o clube elegeu a revitalização do quadro social como uma das metas de trabalho. Em 2009, ano do centenário do clube, já depois de conquistas importantes como a Libertadores, Mundial e Sul-Americana, o colorado alcançou a expressiva marca de 100 mil sócios e desde então vem mantendo uma média satisfatória.

Sobre a participação feminina entre os associados dos clubes, o time que mais se aproxima do Inter é o Corinthians, que tem 19% de mulheres dentre os seus 131.642 sócios. Com relação aos doze clubes mais populares do país, quem decepciona nesse quesito é o Flamengo, justamente o de maior torcida. Somente 7% do seu quadro social é formado por mulheres.

“As mulheres hoje são maioria no país, têm um salário que é inferior ao do homem, mas tem diminuído a diferença. A mulher é um consumidor em potencial muito grande, e todas as empresas de outros mercados já sacaram isso. Elas têm estratégias justamente para trazer as mulheres para perto. O futebol ainda não. A gente vê pelos percentuais que um décimo dos sócios-torcedores são mulheres, é muito pouco”, afirmou Capelo em participação no programa Redação SporTV.

Atrás de Inter e Corinthians, o Grêmio aparece no terceiro lugar com 15%, seguido de Santos (15%), Cruzeiro (13%), Palmeiras (13%), Atlético-MG (12%), Fluminense (12%), Botafogo (10%), Vasco (10%), São Paulo (8%) e Flamengo (7%).



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.