Inter é valente, mas perde para o Galo e se complica na Copa do Brasil

Inter
Foto: Divulgação Inter

Na noite desta última quarta-feira, o Internacional recebeu o Atlético Mineiro pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil no Estádio Beira-Rio. E mesmo com o apoio da torcida, o Colorado acabou derrotado e viu sua situação na competição se complicar.

Como perdeu por 2 a 1, precisa vencer por dois gols de diferença em Belo Horizonte para se classificar à final da competição. Vitória por um gol  de diferença, só se fizer três gols.

O técnico Marcelo Oliveira quis aproveitar do fato das fortes chuvas em Porto Alegre e escalou um time mais pegador, com três volantes, para frear as investidas do Internacional. As apostas estavam em Robinho, Otero e Pratto no campo de ataque e logo na primeira chegada, o placar foi aberto.

Pratto passou por Alan Costa e cruzou para o corte de Paulão, mas a bola voltou para o argentino que passou para Otero e ele, livre, só teve o trabalho de empurrar a bola para o gol.

Perdendo, o Colorado começou a atacar e chegou com perigo em diversas vezes. Uma delas foi com William, que cruzou na medida para Aylon, que quase marcou. Aos 29 minutos, Anderson fez boa jogada na esquerda, cruzou e Aylon novamente levou perigo. No final do primeiro tempo, foi a vez de William perder uma grande chance. O Galo não conseguia se impor no jogo.

Na segunda etapa, o time da casa seguiu forte e continuou insistindo em buscar o empate. Alex cobrou falta e Eduardo Henrique não conseguiu aproveitar o rebote. Depois, foi a vez de Aylon cabecear firme e ver Victor espalmar. A pressão era grande no Beira-Rio.

LEIA MAIS: JOGADORES DO INTERNACIONAL CONSIDERAM DERROTA INJUSTA

A resposta do Galo aconteceu com Otero. O meia bateu cruzado e viu Danilo espalmar. A bola ainda bateu em Alan Costa e iria para o gol, mas o goleiro voltou a trabalhar e impediu o segundo gol dos visitantes. Mas o Inter estava firme e continuava tentando buscar o gol de empate. Paulão tentou de muito longe encobrir Victor, mas o goleiro atleticano jogou a bola para escanteio. Na cobrança, William aproveitou a sobra e bateu forte no canto, mas Victor defendeu.

Aos 23 minutos, Anderson chegou na área e foi derrubado por Fábio Santos. William bateu o pênalti no canto de Victor e empatou a partida.

Com o empate, o time de Minas foi para cima tentar levar um resultado melhor ainda para BH. Pratto chegou a marcar, mas a arbitragem anulou alegando falta no início da jogada de Robinho. O jogo ficava aberto. Vitinho entrou em campo e quase virou o placar. Logo depois, o Galo teve um contra-ataque e Pratto marcou, esfriando o Beira-Rio, aos 43 minutos.

Com pouco tempo para empatar, o Colorado não conseguiu passar pela defesa do Galo que só administrou o placar e encaminhou sua ida para a decisão da competição.

 

 



Jornalista formado pela FIAM-FAAM. Setorista do Internacional e do Fluminense no Torcedores.com. Também escreve sobre o Palmeiras no site. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com