Jogadores do Inter classificam derrota para o Atlético-MG como “injusta”

Inter
Foto: Ricardo Duarte/ Divulgação

O Internacional perdeu para o Atlético-MG por 2 a 1 e viu a vaga na final da Copa do Brasil ficar mais improvável. Em uma partida de muitas chances desperdiçadas, os atletas do Inter consideram que a derrota foi “injusta”, mas seguem com esperanças de se classificar. O jogo no Beira-Rio começou com o Galo abrindo o placar após falha na marcação Colorada, que foi buscar o empate de pênalti, mas no final sofreu o segundo gol em contra-ataque rápido dos mineiros.

LEIA MAIS

Confira as chances de vaga na Libertadores e de rebaixamento da dupla Gre-Nal

“Resultado injusto, o 1 a 1 não seria tão ruim. A gente acabou se expondo demais no intuito de vencer. Mas vamos lá, vamos erguer a cabeça”, disse Danilo Fernandes, goleiro do Inter, na saída de campo.

Após sofrer o primeiro gol de Otero logo no início, o Internacional foi ao ataque e perdeu diversas oportunidades. Com William atuando no meio de campo, o time gaúcho ia para o setor ofensivo com mais facilidade, mas pecava na finalização que ou ia para fora, ou parava no goleiro Victor, em noite inspirada.

“Às vezes você joga bem e não ganha. Futebol é eficiência. A gente fez um grande jogo, dentro da nossa evolução entendo que foi nosso melhor jogo no ano. Faltou fazer mais gols, por tudo que a gente criou seria mais justo outro placar”, lamentou o meia Alex.