Marcelo celebra vitória mas pede atenção ao Atlético-MG no jogo de volta

Foto: Divulgação/ Atlético-MG

O Atlético-MG foi ao Beira-Rio enfrentar o internacional pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil e conseguiu uma vitória por 2 a 1 sobre os gaúchos. Marcelo destacou a vantagem do Atlético-MG na primeira partida, porém acha o resultado perigoso e pede atenção ao time do Galo no jogo de volta, na próxima quarta-feira.

Leia mais:

EM ALTA, ROBINHO REVELA SEU OBJETIVO NO ATLÉTICO-MG
INTERNACIONAL 1×2 ATLÉTICO-MG: ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DO JOGO

 

“Foi, realmente, uma vitória importantíssima. É fundamental ganhar fora na Copa do Brasil, se o empate já era importante, a vitória é muito mais. Achei que usufruímos pouco do fato de ter feito o gol cedo. O time esteve bem durante uns 30 minutos. Depois, se perdeu um pouco e deu chance ao adversário, era normal que eles viessem para cima porque também possuem um bom elenco e o time é bem montado pelo Celso (Roth)”, frisou o técnico do Atlético-MG.

“É uma vantagem boa, importante, mas temos que ter cuidado. Não podemos nos sentir confortáveis com essa vantagem. Precisamos nos preparar para um jogo forte na quarta-feira e, principalmente, fazer um gol, o que nos ajudaria muito.”

Marcelo fez questão de elogiar o elenco do Internacional e a dificuldade imposta pelos Colorados ao Atlético-MG.

“Seria uma ingenuidade pensar que a gente teria qualquer tipo de facilidade aqui, ganhar o jogo sem sufoco, porque o Internacional não chegou aqui por acaso e quer muito a vaga na final. Erramos um pouco o passe, um ou outro lance que poderia ter sido evitado para que o jogo fosse mais consistente e regular. Tivemos dificuldades, mas soubemos superar.”

Depois da vantagem conseguida no Sul, o Atlético-MG se volta para o jogo contra o Flamengo no sábado, pela 33ª rodada do Brasileirão e Marcelo promete um time forte.

“Este tipo de jogo a gente acabou de conversar com os jogadores, é preciso um sacrifício individual. Para os jogadores é pesado, e quem está na frente sofre mais. Só vou tirar jogadores se tiverem com propensão a lesão. Não sendo assim vamos entrar com um time muito forte e capaz de brigar com o Flamengo para ganhar”, finalizou.

 



Sou apaixonado por esportes e política. Escrever é minha paixão. A vida é muito intensa para ser editada em palavras!