Opinião: Neymar se aproxima do talento de Messi

Neymar
Foto: Reprodução

Olá meus amigos! Acompanho futebol há mais ou menos 32 anos. Para ser sincero, não acho que seja tanto tempo, mas pude ver grandes craques atuarem nos gramados, e isso me permite fazer observações.

LEIA MAIS:
EM VÍDEO, TÉCNICO PEDE ESPERMA DE CR7 E IBRAHIMOVIC PARA MONTAR TIME IMBATÍVEL; ASSISTA
MERCADO DA BOLA 2016: LUCAS HERNÁNDEZ ENTRA NA MIRA DO BARCELONA

Antes de mais nada, quero dizer que acho Messi um jogador absolutamente genial e que de fato é a melhor futebolista do mundo atualmente.

Mas no entanto, meus amigos, não vou me privar de fazer algumas análises. O fato é que apesar de serem contemporâneos, Messi e Neymar são de linhas temporais distintas em suas carreiras, pois o argentino começou sua no profissional em 2004, quando o brasileiro tinha somente 12 anos. Quando Neymar surgiu em 2009, Messi já havia ganho sua primeira Bola de Ouro da Fifa.

A partir de 2009, Messi atingiu seu auge na carreira, e conquistou a Bola de Ouro em três vezes consecutivas (2010, 2011 e 2012). A partir de 2010, o jovem Neymar começou a mostrar um talento excepcional com a camisa do Santos sendo o craque do time nas conquistas do Paulistão e da Copa do Brasil. No entanto, apesar de genial, Neymar era um jogador irregular de uma partida para a outra, e ainda por cima era expulso constantemente por reclamação.

Messi, ao contrário, ia mostrando a maturidade dos grandes campeões, e ia se mostrando um craque dentro e fora das quatro linhas, além de ser um jogador completo tecnicamente. Em 2010, Neymar teve sua grande polêmica na carreira ao discutir com o então treinador santista Dorival Junior na partida contra o Figueirense, mas ainda assim impressionou os especialistas ao marcar 43 gols no seu primeiro ano completo como profissional.

A partir de 2011, no entanto, Neymar começou a mostrar sinais de evolução na parte técnica, passando a finalizar com as duas pernas, além de ter começado a ser mais regular durante os jogos.

Além disso, passou a dar mais assistências para os companheiros, embora continuasse marcando gols com a mesma eficacia. As reclamações e simulações praticamente desapareceram nessa temporada. Mais amadurecido, Neymar foi o destaque santista nas conquistas do bicampeonato paulista e da Taça Libertadores da América .

Mas em 2011, Messi vencia a Liga dos Campeões com o Barcelona, e ganhava sua segunda bola de ouro consecutiva, sendo aclamado por muitos como um jogador superior ao também argentino Diego Maradona.

O tão esperado duelo entre ambos aconteceu na Final do Mundial Interclubes, e o Santos de Neymar foi goleado pelo Barcelona de Messi. Em 2012, Neymar conduziu o peixe ao tricampeonato paulista e mais uma vez marcou 43 gols no ano.

Mas Messi mais uma vez venceu a bola de Ouro da Fifa. Ficou claro, no entanto, que faltava a Neymar uma transferência para Europa.

Em 2013, Neymar foi ao Barcelona. No clube catalão, seu talento explodiu, e o brasileiro passou a ter atuações antológicas. Entretanto, ainda se encontra a sombra do argentino.

Ainda acho que Messi ainda é o melhor do mundo pelo fato de ser o jogador que se manteve há mais tempo no topo nos últimos anos. Entretanto, há muito tempo não vejo esse abismo técnico entre ambos ainda visto por muitos comentaristas, pois há alguns anos Neymar evoluiu muito na parte técnica e passou a ser um jogador completo.