Moisés pede reconhecimento a setor muito criticado pela torcida do Palmeiras

Palmeiras
Foto: Cesar Greco / Fotoarena

O Palmeiras vem liderando o Campeonato Brasileiro há muito tempo e atualmente, após 32 rodadas disputadas, o clube tem seis pontos de vantagem sobre o segundo colocado Flamengo (67 pontos a 61). Segundo o meio-campista Moisés, esse bom momento vivido pelo clube também passa por um setor muito criticado pelos palmeirenses: o departamento médico do clube.

LEIA MAIS:

ALEJANDRO GUERRA NO VERDÃO? VEJA O QUE SABEMOS SOBRE O CASO
MERCADO DA BOLA: SANTOS TEM INTERESSE EM ATACANTE DO FLAMENGO
VERDÃO PODE TER JOGADOR ESTREANTE NO CLÁSSICO CONTRA O SANTOS
PUNIÇÃO AO FLA EM 2013 PREOCUPA TORCIDA DO VERDÃO, MAS ALLIONE PODERIA ENCARAR SPORT

Desde a época em que Valdivia atuava pelo Palmeiras e disputava um jogo e ficava de fora dois ou três, os médicos do Verdão são muito criticados.

Nesta temporada e na passada, o principal motivo das reclamações foi com relação ao estado físico do meia Cleiton Xavier, que passou muito tempo no estaleiro até se recuperar completamente.

Porém, há bastante tempo que o clube não sofre com lesões repetitivas e, de acordo com Moisés, o fato tem relação ao grande trabalho feito pelo DM alviverde.

É trabalho, é de se enaltecer o departamento médico. Todo mundo metia o pau no começo do ano, agora é hora de elogiar, vocês deveriam fazer isso também. Dos jogadores, é entender que um treino mais pesado é para o nosso bem. Assim como a comissão entende que quando você está desgastado é hora de poupar. Essa harmonia traz a crescente no campeonato“, disse o camisa 28 em entrevista coletiva.

Contas para o título

Segundo o técnico Cuca, nos últimos seis jogos do Brasileirão, o Palmeiras precisará fazer ao menos nove para ficar com o caneco, já que os principais adversários dificilmente farão 100% dos 18 pontos restantes.

Porém, para Moisés as contas são mais simples. Questionado sobre quantos pontos são necessários para ficar com o título, o meia respondeu de forma bem humorada.

“Minha calculadora é fácil. Vencer o Santos para ganhar três pontos e ficar mais próximo do título”, brincou o jogador palmeirense.