New York Giants dispensa jogador que admitiu agredir a ex-mulher

Reprodução/Twitter @Podcenter

Josh Brown, ex-kicker da equipe, já havia sido suspenso por 1 jogo por conta de incidentes de violência doméstica descobertos antes da temporada. Na última semana, novas agressões e abusos do atleta contra sua ex-Mulher, Molly Brown, foram revelados em documentos da polícia de Washington, que tornou oficiais as confissões do jogador, se declarando “fisicamente, mentalmente e emocionalmente um homem repulsivo” durante a relação.

LEIA MAIS:
NFL SEGUIRÁ PUNINDO JOGADORES POR EXCESSOS NAS COMEMORAÇÕES, DIZ COMISSÁRIO
ATLETA DA NFL ACUSADO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DECIDE SE AVENTURAR NO MMA

Brown não viajou para Londres, onde os Giants ataram diante do Los Angeles Rams pela semana 7. Com a pressão da mídia e dos torcedores por conta da forma como a equipe lidou com a situação, os Giants anunciaram a dispensa de Brown nesta terça-feira após comunicado oficial do Presidente da franquia, John Mara.

O kicker, veterano de 13 temporadas, atuou por Seattle Seahawks, St. Louis Rams e Cincinnati Bengals antes de se transferir para Nova York em 2013. Com a dispensa oficializada nesta semana, a tendência é que o jogador sofra novas suspensões por parte da liga e sua carreira na NFL pode ter chegado ao fim.

Em 2015, o atleta já havia sido acusado de violência doméstica pela polícia de Washington. A falta de respostas por parte da NFL e dos Giants permitiu que Brown não recebesse grandes suspensões ou multas, retornando para a temporada como titular e terminando o ano como um dos kickers escolhidos para o jogo das estrelas.

Além dos abusos à ex-mulher, o jogador confirmou em documentos recentes seus problemas com o alcoolismo e com o vício em pornografia, além de revelar que abusava de mulheres desde a adolescência. As afirmações de Brown geraram uma comoção rápida entre jogadores e fãs do futebol americano.

O Wide receiver Steve Smith, do Baltimore Ravens, chegou a ameaçar fisicamente o companheiro de profissão em sua conta no Twitter. A situação também escancarou um antigo problema da NFL em identificar e punir atletas envolvidos em casos de violência doméstica.

Conhecida por ser bastante rigorosa com seus jogadores dentro de campo, a liga não vem sabendo lidar com o comportamento deles fora dos gramados, o que também vem causando um certo desinteresse por parte dos fãs do esporte e uma queda na audiência.

Steve Smith, WR do Baltimore Ravens, ameaçou Brown em sua conta no Twitter



Jornalista formado pela PUC-PR e apaixonado pelas quatro grandes ligas americanas, além do futebol nacional e internacional.