Neymar pode virar réu em processo por corrupção

brigas
Foto: Lucas Figueiredo/ CBF

A Promotoria da Espanha pediu para que Neymar, seu pai, além dos ex-presidentes do Barcelona, Sandro Rossell, e do Santos, Odílio Rodrigues, assumam a condição de réus no processo em que são acusados de corrupção.

LEIA MAIS:
Neymar supera Messi e CR7 ao fazer 300 gols com 24 anos; perde para Pelé e Romário
VÍDEO: Neymar leva cotovelada de boliviano e deixa o campo sangrando
Neymar já quis gravar CD dedicado a Marquezine

O processo havia sido arquivado pelo juiz da Audiencia Nacional, José de La Mata, mas foi reaberto recentemente a pedido da Promotoria.

O jogador, seu pai, Sandro Rosell e Odílio Rodrigues são acusados de corrupção no processo que culminou na venda do então atacante do Santos para o Barcelona em 2013.

A Promotoria também direciona acusação para a mãe de atleta, Nadine Gonçalves do Santos, e a empresa da família N&N Consultoria, como participantes dos lucros obtidos com o delito de corrupção.

Segundo a imprensa espanhola, a Promotoria explicou no recurso que pede para que o craque do Barcelona vire réu, que o fundo de investimentos DIS (que tinha parte dos direitos econômicos do jogador no acordo que fez com o Santos), “foi prejudicado pelos artifícios utilizados para maquiar os contratos que serviram para a transferência de Neymar” e que “deve ser indenizado pela quantidade de 3.228.400 euros”.



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com