Opinião: Atlético-MG ganhou com autoridade do Internacional

Reprodução/Facebook Clube Atlético Mineiro

O Atlético-MG jogou contra o Internacional no Beira-Rio com um time mais compactado. Marcelo Oliveira mandou a campo três volantes e nem por isso o Galo ficou defensivo. O time marcou logo no inicio da partida, com o venezuelano Otero. O lado bom de ter um elenco numeroso e qualificado é poder ter um Luna no banco e resolver a partida, como no contra-ataque mortal do segundo gol atleticano, marcado por Pratto.

Leia mais:

MARCELO CELEBRA VITÓRIA MAS PEDE ATENÇÃO AO ATLÉTICO-MG NO JOGO DE VOLTA
MARCELO OLIVEIRA PODE IGUALAR MARCA DE FELIPÃO NA COPA DO BRASIL; VEJA

 

Os 30 primeiros minutos de partida foram controlados pelo Atlético-MG, com jogadas bem trabalhadas pelo ataque do Galo e boa movimentação de Robinho e Pratto. Com a chuva, o time ficou mais pesado em campo. O Inter achou um gol numa penalidade infantil do experiente lateral Fábio Santos.

Marcelo escalou o Atlético-MG com três volantes e isso foi determinante para a atuação do time em Porto Alegre. Fred é um grande atacante mas, Lucas Pratto não deixa o torcedor se queixar. Quem ganha com isso é o Atlético-MG que soube aproveitar os espaços do Inter e saiu com a vantagem na primeira partida das semifinais da Copa do Brasil.

É uma vantagem mas não está resolvido, como disse Marcelo na coletiva após o jogo. O Atlético-MG agora pensa no jogão de sábado, às 16h30, no Mineirão, contra o Flamengo.

O elenco do Atlético-MG precisa mostrar a sua força neste momento que disputa duas competições importantes. Claro, Fred  está de volta no sábado e pode ajudar muito o Galo.

Na próxima quarta-feira será decidido o finalista no Independência e como bem disse o treinador do Atlético-MG, atenção é a palavra predominante no duelo.



Sou apaixonado por esportes e política. Escrever é minha paixão. A vida é muito intensa para ser editada em palavras!