Opinião: Balanço do primeiro ano de Jürgen Klopp no Liverpool

Jürgen Klopp em coletiva de imprensa antes do jogo entre Liverpool e Manchester United
Crédito da foto: Reprodução/Site oficial do Liverpool

Há um ano Jürgen Klopp assinava contrato com o Liverpool e colocava o time de Anfield em outro patamar diante dos adversários da Premier League. Nos primeiros 12 meses não vieram títulos, mas o trabalho do técnico alemão, sua energia, sua honestidade e seu estilo conquistaram os jogadores e a torcida que voltou a sorrir e ter esperanças de conquistas.

LEIA MAIS:
Opinião: Contratação de Bravo é a prova da filosofia de Guardiola no City

“O homem perfeito para o cargo”. Essa foi a definição utilizada pelo diretor executivo dos Reds, Ian Ayre, para resumir o primeiro ano de Klopp no comando do Liverpool. A mudança na atmosfera de Anfield foi um dos principais feitos do técnico alemão, que levou o Liverpool à duas finais de copas e está somente dois pontos atrás do Manchester City, líder da atual temporada da Premier League.

A postura do técnico durante os jogos, suas comemorações, sua maneira de orientar os jogadores e interagir com a torcida são marcas do trabalho de Klopp. O comandante chegou a cidade dos Beatles e estava ciente de que seu orçamento não se aproximaria aos dos rivais de Manchester e ao Chelsea, sabendo que suas aquisições teriam de ser pontuais e eficientes. A recuperação de jogadores foi outro feito do técnico alemão e um dos maiores exemplos disso é Adam Lallana. Após ser contratado por 25 milhões de libras, o jogador inglês amargava a reserva do time antes da chegada de Klopp. Com o técnico alemão, Lallana teve atuações brilhantes e cresceu de produção, sendo anunciado como o melhor jogador do mês de setembro do Campeonato Inglês.

Os números de Klopp são consistentes! Em 61 jogos sob o comando do Liverpool, o técnico possui 30 vitórias, 17 empates e 14 derrotas. Contextualizando somente a Premier League são 37 partidas, com 18 vitórias e 9 derrotas, marcando 73 gols e levando 50. O estilo agressivo, buscando o gol e batendo de frente com qualquer adversário já geraram críticas para o técnico, mas a postura adotada pelo time durante as partidas, mesmo saindo atrás do placar e buscando resultados, refletem as características do comandante dos Reds.

O discurso do coletivo é constante nas entrevistas de Jürgen Klopp. Problemas coletivos e questões financeiras não são discutidos publicamente e o discurso de Klopp é sempre valorizar o grupo. Ao falar sobre isso, Lallana afirmou: “Uma coisa que ele trouxe é que ele nos faz acreditar que podemos vencer qualquer adversário, até mesmo o Barcelona”.

A desconfiança que assombrava Klopp é coisa do passado. Depois de um ano na liga mais disputada da Europa, o técnico soube adaptar suas características para o estilo de jogo mais físico do futebol inglês. Acreditar em atletas contestados, cobrar uma equipe disciplinada e apostar em peças corretas talvez tenham sido os principais feitos de Jürgen Klopp.